UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Setembro de 2020

PPGED

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Captação de Recursos Quadrienal 2017-2020

EDITAL CAPES/FAPITEC/SE N° 11/2016 Programa de Estímulo ao Aumento da Efetividade dos Programas de Pós-Graduação em Sergipe (PROEF) - Faixa de Valor: Curso de Pós-Graduação acadêmico stricto sensu (R$ 0,00 à R$ 100.000,00). Projeto intitulado Fortalecimento das atividades acadêmicas e científicas do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe. Coordenador: Alfrancio Ferreiras Dias. Resumo da proposta: Apoiar às atividades inovadoras do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGED), voltadas para o seu desenvolvimento acadêmico, ampliando a formação cada vez mais qualificada e diversificada aos estudantes; Custear o direcionado das atividades acadêmicas e de pesquisa do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGED) relacionadas aos estudos de dissertação e tese dos estudantes e à manutenção e desenvolvimento do programa; Fortalecer o Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED), de modo a expandir as suas ações nas relações de educação como processo social brasileiro; Fortalecer a formação acadêmica e científica de profissionais da educação visando a melhoria da Educação Básica; Possibilitar o intercâmbio de atividades científico-acadêmicas do Programa de Pós-graduação em Educação com outras instituições de ensino superior no Brasil e no exterior; Promover socialização do conhecimento, mediante eventos científicos, seminários, participação de professores visitantes nacionais e internacionais no PPGED; Assegurar a relação política e acadêmica com a ANPED/FORPRED/EPEN/CAPES; Manter a periodicidade da Revista Tempos e Espaços em Educação; Promover a organização e produção de livros com a produção cientifica dos docentes do Programa e parceria com outros pesquisadores nacionais e internacionais; Fortalecer a produção e publicação de artigos em periódicos científicos internacionais; Colaborar com o desenvolvimento do planejamento e execução da política Institucional de Pós-graduação da Universidade Federal de Sergipe.

 

EDITAL CAPES/FAPITEC/SE N° 10/2016 Programa de Estímulo a Mobilidade e ao Aumento da Cooperação Acadêmica da Pós-Graduação em Sergipe (Faixa de Valor: Curso de Pós-Graduação acadêmico stricto sensu (R$ 0,00 à R$ 100.000,00). Título da Proposta: Educação e interculturalidade: descolonizando o olhar investigativo, Protocolo: 12094.404.20748.13102016. Coordenadora: profa. Dra. Marizete Lucini. Resumo: A proposta de pesquisa objetiva compreender a perspectiva da descolonização do olhar investigativo nas pesquisas em educação, especialmente as que contemplam a história e ou a cultura indígena e afro-brasileira, a educação do campo, as relações de gênero e os direitos humanos. Ao propormos pensar o campo de investigação da educação sob a perspectiva da descolonização do olhar, a interculturalidade é compreendida como o lugar que nos possibilita questionar, desconstruir o pensamento colonizador como possibilidade de resistir aos processos homogeneizadores de produção de subjetividades consumidoras de produtos e valores que eliminam o outro. A proposição que fazemos implica em realizar estudos que possibilitem aos professores e estudantes dos Programas de Pós- Graduação envolvidos, aprofundar conhecimentos sobre a interculturalidade e as possibilidades investigativas nessa perspectiva. Trata-se de intercambiar conhecimentos com as pesquisas em desenvolvimento na perspectiva da pedagogia decolonial entre os Programas de Pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal de Sergipe, visando a qualificação dos professores e alunos dos programas de pós-graduação envolvidos, através de cooperação acadêmica entre as instituições envolvidas. Equipe: Marizete Lucini (UFS), Alfrancio Ferreira Dias (UFS), Dilton Cândido Santos Maynard (UFS), Paulo Sergio da Costa Neves (UFS), Livia de Rezende Cardoso (UFS), Maria Aparecida Bergamaschi (UFRGS), Dagmar Elisabeth Estermann Meyer (UFRGS), Fernando Seffner (UFRGS) Carla Beatriz Meinerz (UFRGS), Magali Mendes de Menezes (UFRGS).

 

EDITAL CAPES/FAPITEC/SE N° 10/2016 Programa de Estímulo a Mobilidade e ao Aumento da Cooperação Acadêmica da Pós-Graduação em Sergipe (Faixa de Valor: Curso de Pós-Graduação acadêmico stricto sensu (R$ 0,00 à R$ 100.000,00). Proposta: A Cidade como Espaço de Aprendizagem: uma proposta em rede colaborativa acerca da gamificação na educação na era da mobilidade. Coordenadora da UFS: Simone de Lucena Ferreira IES ASSOCIADA 1: Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) Coordenadora: Eliane Schlemmer; IES ASSOCIADA 2: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Coordenador: Eucidio Pimenta Arruda. Resumo da proposta: Este projeto tem como objetivos construir uma rede de ensino e pesquisa com vistas a impulsionar o desenvolvimento de ações colaborativas e cooperativas, na perspectiva da qualificação dos Programas de Pós-graduação envolvidos nesta proposta, bem como compreender como a cidade pode se constituir em espaços de convivência híbridos e multimodais de aprendizagem, utilizando o conceito de gamificação na educação. Esta proposta, que contempla três universidades brasileiras e seus respectivos programas de pós-graduação, linhas e grupos de pesquisa, justifica-se pela necessidade de produção e difusão de conhecimento no campo da educação e da gamificação, bem como pela união de expertises e pela construção de uma perspectiva de ensino e pesquisa cooperativa, que possibilite contribuir para a qualificação do stricto sensu no que se refere à educação com as culturas digitais. Quanto aos participantes, este projeto contempla três Programas de Pós-graduação em Educação do país de regiões distintas do Brasil (Nordeste, Sudeste e Sul), dois dos quais têm conceito 7 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Esse aspecto contribui significativamente para a inovação e consolidação das pesquisas a serem desenvolvidas. A escolha pela parceria com os professores-pesquisadores dos respectivos programas ocorreu devido ao fato de terem em comum estudos, projetos, investigações e publicações na área da educação, culturas digitais, jogos eletrônicos, tecnologias da informação e comunicação (TIC) e gamificação. Os pesquisadores implicados se propõem  a envidar esforços no sentido de, simultânea e articuladamente, desenvolver reflexões teórico- metodológicas capazes de subsidiar às pesquisas, favorecendo uma ação de significado acadêmico relevante para os programas. Equipe da UFS: Simone de Lucena Ferreira, Henrique Nou Schneider e Rosana Carla do Nascimento Givigi; Equipe da Unisinos: Eliane Schlemmer, Sandro José Rigo e Telmo Adams; Equipe da UFMG: Eucidio Pimenta Arruda, Regina Helena Alves da Silva, Durcelina Ereni Pimenta Arruda e Fernando Selmar Rocha Fidalgo.

 

Universal 01/2016 (Faixa A - até R$ 30.000,00) Processo 420193/2016-2/Escolarização de pessoas transexuais: narrativas de estudantes da Universidade Federal de Sergipe. Descrição: O propósito deste texto, influenciado pelos pós-estruturalistas e pós-críticos, é refletir sobre o processo formativo de estudantes transexuais, a partir das políticas de subjetivação corporal e de gênero inscritas na Universidade Federal de Sergipe. Metodologicamente, utilizaremos uma abordagem qualitativa pós-crítica, através da realização de grupos focais e de entrevistas narrativas. Espera-se que esta pesquisa contribua para o início e/ou desenvolvimento da desconstrução de práticas educativas marcadas pelo princípio da regulação normativa, visto que a universidade também pode ser um campo de (des)aprendizagens das regulações gênero, mediante a inserção, permanência e desestabilizações que pessoas transexuais realizam. coordenação: prof. alfrancio ferreira dias.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12182-3b7fa45029