UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 30 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente

PPGED

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Internacionalização

No quadrienal 2017-2020, tivemos um avanço significativo da atuação docente no exterior, o que resultou nos seguintes elementos: captação de recursos no exterior para desenvolvimento de pesquisa; convênios com equipes de instituições internacionais; participação em pesquisas com equipes internacionais; atuação de professores visitantes estrangeiros; componente curricular ministrado em língua estrangeira; publicações em língua estrangeira; mobilidade discentre do PPGED no exterior por meio de bolsa sanduíche da CAPES; mobilidade discente do exterior no PPGED; realização de pós-doutorado no exterior; atuação de docentes do PPGED como professores visitantes no exterior; docentes que atuam em editoria de periódicos internacionais, conforme detalhamento a seguir:

 

CAPTAÇÃO DE RECURSOS NO EXTERIOR PARA DESENVOLVIMENTO DE PESQUISA:

1) “Recherche comparative internationale et plurisiciplinaire sur les innovations sociales, techniques et organisationnelles portées par des communautés locales face aux crises environnementales”, financiado pelo Institut des Sciences de l'Homme-Lyon e coordenado pelo professor Dr. Paulo Sérgio da Costa Neves;

2) “COMMON'ENVIE”, financiado pelo Institut des Sciences de l'Homme-Lyon - (Auxílio Financeiro) e coordenado também pelo professor Dr. Paulo Sérgio da Costa Neves;

3) “Students and teachers trans: gender and sexuality destabilization in higher education”, financiado pelo Centre for the Study of Women and Gender da University of Warwick e coordenado pelo professor Dr. Alfrancio Ferreira Dias;

4) “Professores em múltiplos contextos: ensino de Inglês, linguagens e tecnologias”, financiado pela Fulbright International Educational Exchange Programs e coordenado pelo professor Dr. Paulo Roberto Boa Sorte Silva.

5) “Augmented Reality in STEM", financiado do Provost Reserach Awards, da University of Miami, EUA, coordenado pelo professor Dr. Nam Ju Kim e que conta também com a participação do professor Paulo Roberto Boa Sorte Silva. 

 

CONVÊNIOS COM EQUIPES DE INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS: 

1) convênio de Cooperação entre a Universidade Federal de Sergipe e a Universidade do Porto (Portugal), nº 1877.079/2012, mediado pelas professoras Dras. Eva Maria Siqueira Alves (PPGED/UFS) e Margarida Louro Felgueiras (FPCE/UP);

2) convênio nº 1881.083/2012-UFS entre a Universidade Federal de Sergipe e a Pädagogische Hochschule Freiburg/Alemanha, coordenado pela professora Heike Schmitz (PPGED/UFS); 3) convênio entre a Universidade de Lisboa e UFS, coordenado pelo professor Luiz Eduardo Meneses de Oliveira;

4) convênio de cooperação entre a Universidade Federal de Sergipe e a Universidade Da Madeira (Portugal), nº 2175.075/2016, mediado pelos professores doutores Alfrancio Ferreira Dias (PPGED/UFS) e Jesus Maria Sousa (CIE-UMa);

5) termo de cooperação entre o PPGED/UFS e a Virginia Commonweatlh University (VCU), nos Estados Unidos, firmado via Memorandum of Understanding, entre o professor Paulo Roberto Boa Sorte Silva (PPGED) e Dr. Gail Hackett (ProVost/VCU).

 

PARTICIPAÇÃO EM PESQUISAS COM EQUIPES INTERNACIONAIS:

1) O professor Bernard Charlot coordena a REPERES- Rede de Pesquisa sobre a Relação com o Saber, que visa divulgar pesquisas sobre relação com o saber, permitir comunicações entre os pesquisadores e fornecer eventual apoio aos pesquisadores de diversos países, como: na Argentina, Claudia Broitman, Nadia Arroupe e Soledad Vercellino; na Suíça, Valérie Vincent; no Canadá, Geneviève Terriault; na França, Faouzia Kalali, Jacques Bernardin, Marie-France Carnus e Ridha Ennafaa.

2) O professor Alfrancio Ferreira Dias desenvolveu a pesquisa “Vozes dos estudantes universitários sobre a diversidade sexual e de género, sua relação com a coeducação e com a inovação pedagógica: um estudo comparativo na Universidade da Madeira (Portugal) e na Universidade Federal de Sergipe (BR)”, com a participação dos professores da Universidade da Madeira-Portugal, José Paulo Gomes Brazão e Alice Mendonça.

3) O professor Paulo Roberto Boa Sorte Silva atuou no projeto “Augmented reality in STEM” sob coordenação do professor Nam Ju Kim e participação da seguinte equipe internacional: Marie Hamaoui, Cristiane Vicentini e Dimitris Trimpilis.

4) O professor Luiz Eduardo Meneses de Oliveira participou da pesquisa intitulada “Os escritos pombalinos sobre a Inglaterra: seu impacto na instrução pública” a partir do protocolo de cooperação, firmado em 2018, entre a Cátedra Infante Dom Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globalização da Universidade Aberta de Portugal e a Universidade Federal de Sergipe.

5) A professora Marizete Lucini participou como colaboradora da pesquisa “Consciência e cultura histórica de jovens estudantes na América do Sul: subsídios para políticas públicas”, financiada pelo CNPq e coordenada pelo professor Luis Fernando Cerri da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Essa pesquisa envolveu 38 cidades brasileiras e cinco países da América Latina – Argentina, Chile, Paraguai, Venezuela e Uruguai.

6) A professora Lívia de Rezende Cardoso participou como colaboradora da pesquisa “O Currículo Hoje: conjunturas, desafios e perspectivas do currículo (Brasil, Espanha e Equador)”, financiada pelo CNPq e coordenada pela professora Marlucy Alves Paraíso da Universidade Federal de Minas Gerais, que envolveu várias universidades desses três países.

 

ATUAÇÃO DE PROFESSORES VISITANTES ESTRANGEIROS:

 

1) Professor José Maria Valcuende del Rio da Universidad Pablo de Olavide, Sevilla, Espanha

2) Professora Maria Jose Marco Macarro da Universidad Pablo de Olavide, em Sevilla, Espanha;
3) Professor João Manuel de Oliveira do Instituto Universitário de Lisboa, em Lisboa, Portugal;
4) Professor Pablo Pérez Navarro da Universidade de Coimbra, em Coimbra, Portugal;
5) Professor Eduardo Galak, Universidad Nacional de La Plata, Argentina;
6) Professor José Paulo Gomes Brazão da Universidade da Madeira, Portugal.

Como um dos resultados dessas parcerias com docentes estrangeiros, houve a oferta dos seguintes componentes curriculares: De la heterosexualidad a la ciudadania, ofertada em espanhol no segundo semestre de 2017, pelos professores José María Valcuende Del Río e Maria Jose Marco Macarro da da Universidad Pablo de Olavide, em Sevilla, Espanha; Tópicos de Estudos I - Performatividades, Normas e Epistemologias Feministas, ofertada no segundo semestre de 2017, pelo professor João Manuel de Oliveira do Instituto Universitário de Lisboa, em Lisboa, Portugal; Tópicos de Estudos III - Filosofía del Lenguaje, Postestructuralismo y Teoría Feminista, ofertada no primeiro semestre de 2018, pelos professores João Manuel de Oliveira do Instituto Universitário de Lisboa, em Lisboa, Portugal, e Pablo Pérez Navarro da Universidade de Coimbra, em Coimbra; O professor Eduardo Galak, Universidad Nacional de La Plata, Argentina, ministrou a disciplina Corpo e Educação, no segundo semestre de 2019.

 

COMPONENTE CURRICULAR MINISTRADO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: Digital Literacies in Teacher Education faz parte do currículo do PPGED e é ofertada, em língua inglesa, pelo professor Paulo Boa Sorte, docente permanente;

 

PUBLICAÇÕES EM LÍNGUA ESTRANGEIRA:

48,26% do quadro docente permanente do programa publicaram em periódicos em outro idioma, a saber:

- 20,68% em Inglês (Alfrancio Ferreira Dias, Raquel Meister Ko Freitag, Maria Helena Santana Cruz, Luiz Eduardo Oliveira, Rosana Carla do Nascimento Givigi, Veleida Anahi da Silva);

- 17,24% em Espanhol (Renato Izidoro da Silva, Fabio Zoboli, Maria Neide Sobral, Dinamara Garcia Feldens, Marizete Lucini, Cristiano Mezzaroba);

- 10,34% em Francês (Bernard Charlot, Veleida Anahi da Silva e Paulo Sérgio da Costa Neves). ampliando o impacto de citação da produção do PPGED. 

Ao considerarmos também as revistas nacionais que publicam em inglês, esse número se amplia, no quadrienal, para 79,31% dos docentes, a saber:

- Alfrancio Ferreira Dias, Raquel Meister Ko Freitag, Maria Helena Santana Cruz, Luiz Eduardo Meneses de Oliveira, Rosana Carla do Nascimento Givigi, Veleida Anahi da Silva, Renato Izidoro da Silva, Fabio Zoboli, Dinamara Garcia Feldens, Marizete Lucini, Cristiano Mezzaroba, Lívia de Rezende Cardoso, Paulo Boa Sorte, Marilene Nascimento, Aline Oliveira, Simone Lucena, Anne Alilma Souza Ferrete, Heike Schmitz, Luiz Anselmo Menezes, Edmilson Menezes Santos, Maria Inêz Oliveira Araujo, Joaquim Tavares da Conceição e Josefa Eliana Souza.

 

MOBILIDADE DISCENTE DO PPGED NO EXTERIOR POR MEIO DE BOLSA SANDUÍCHE DA CAPES:

1) Elissandra Silva Santos, Universidade Aberta, Portugal;

2) Roxane de Alencar Irineu, Universidade do Porto, Portugal;

3) Josineide Siqueira de Santana, Universidade do Porto, Portugal;

4) Gilson Pereira dos Santos Júnior, Universidade Aberta de Portugal (financiamento IFS/CAPES);

5) Rafaely Karolynne do Nascimento Campos, Universidade do Porto (financiamento IFS/CAPES).

 

MOBILIDADE DISCENTE DO EXTERIOR NO PPGED:

1) Sérgio Manuel Coelho Fernando da Universidade Nova de Lisboa, Portugal por dois semestres;

2) Manon Suzanne Martine Pinguart-Charlot da Universidade de Paris 8 por um semestre;

3) Nicolás Carriquiriborde da Universid de La Plata por um semestre;

4) Edilene Maia Brito Medrado, aluna do Curso de Maestria em Educación do Instituto de Educación y Capacitación Continua da Universidad del Salvador;

5) Celso Mandlate de Moçambique cursa o doutorado no PPGED com bolsa CAPES. 

* Com o advento da pandemia causada pelo novo coronavírus em dezembro de 2019, a continuidade dos processos de envio de alunos para terem experiências acadêmicas em universidades estrangeiras foram suspensas para a segurança da saúde de todos. Foram continuadas, porém, as atividades de pesquisa estabelecidas nos convênios que puderam ser desempenhadas de modo on-line.

 

REALIZAÇÃO DE PÓS-DOUTORADO NO EXTERIOR:

1) o professor Paulo Sério da Costa Neves realizou Estágio de Pós-Doutorado na University of Ottawa, U.OTTAWA, Canadá, com Bolsa da CAPES;

2) o professor Alfrancio Ferreira Dias realizou estágio de pós-doutorado no Centre for the Study of Women and Gender da University of Warwick, Reino Unido;

3) o professor Fabio Zoboli realizou estágio de pós-doutorado no Departamento de Educação Física da Universidad de La Plata, em La Plata, Argentina;

4) o professor Luiz Eduardo Meneses de Oliveira realizou estágio de pós-doutorado na Universidade de Lisboa, Portugal;

5) a professora Heike Schmitz realizou Estágio de pós-doutorado na Pädagogische Hochschule Freiburg, Alemanha;

6) o professor Paulo Boa Sorte realizou estágio de pós-doutorado na University of Michigan (2017), com bolsa Fulbright de Professor Visitante (Junior Faculty Member), e na University of Miami (2019-2020).

 

ATUAÇÃO DE DOCENTES DO PPGED COMO PROFESSORES VISITANTES NO EXTERIOR: 

(8) oito docentes atuaram como professores visitantes em universidades do exterior, correspondendo um total de 27,58% do quadro permanente:

1) o professor Paulo Boa Sorte atuou como Professor Visitante (Visiting Scholar/ Junior Faculty Member) da University of Michigan, EUA, desenvolvendo atividades de pesquisa, com bolsa da Fulbright, no Department of Educational Studies/ School of Education, sob supervisão do Prof. Dr. Donald Freeman.

2) O professor Paulo Sério da Costa Neves atuou como professor Visitante no Institut d'Etudes Politiques de Lyon, IEP-LYON, França; foi professor da Cátedra Sérgio Buarque de Holanda no Instituto José Maria Luís Mora, no México; foi professor da Chaire des Amèriques (catedra), Institut des Ameriques (Rennes-Frace); e professor visitante na University of Cape Town, cidade do Cabo, Africa do Sul.

3) O professor Fabio Zoboli atuou como professor visitante no Departamento de Educação Física da Universidad de La Plata, em La Plata, Argentina.

4) A professora Rosana Givigi realizou visita técnica na Queen’s University, no Canadá, como parte de seu processo formativo.

5) O professor Bernard Charlot atuou como professor visitante na Universidade de Tunis, na Tunísia; professor visitante catedrático na Universidade do Porto, em Porto, Portugal; e, em 2018, foi condencorado com o título de Doutor Homonis Causa pela Universidade de Patras, em Patras, Grécia.

6) O professor Alfrancio Ferreira Dias foi professor Visitante na Universidade de Warwick, em 2018; desenvolveu ações de pesquisa no Centro de Investigação e Intervenção Social do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) na linha de investigação Género, Sexualidades e Interseccionalidades, coordenada pelo Prof. Dr. João Manuel de Oliveira (2017-2018).

7) A professora Simone de Lucena Ferreira desenvolveu intercâmbio com os professores doutores Lúcia Amante e António Quintas Mendes, vinculados ao Mestrado em Comunicação Educacional e Médias Digitais à Universidade Aberta (UAB).

8) A professora Maria Helena Santana Cruz possui três Intercâmbios internacionais a partir da realização de doutorado sanduíche realizado na Universidade do Porto.

 

DOCENTES QUE ATUAM EM EDITORIA DE PERIÓDICOS INTERNACIONAIS: 

3 (três) docentes permanentes exercem editoria em 04 (quatro) periódicos internacionais.

1) O professor Alfrancio Ferreira Dias participou como Editorial Board Education Review na Arizona State University;

2) o professor Bernard Charlot atua como editor dos periódicos: Les Sciences de L´éducation Pour L´ere Nouvelle (França) e Academia (Grécia);

3) o professor Fabio Zoboli participou como editor do Periódico: Educación Física y Ciencia, Argentina; 

 

 


SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817