UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JENIFER VIEIRA TOLEDO
11/12/2012 23:36


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JENIFER VIEIRA TOLEDO
DATA: 18/12/2012
HORA: 09:00
LOCAL: LAB de redes do DCOMP
TÍTULO:

HARPIA: Um modelo para avaliação e condução da Gestão de Projetos de Software apoiado pelas práticas de Métodos de Desenvolvimento


PALAVRAS-CHAVES:

Processo de Desenvolvimento de software, Métodos de Desenvolvimento de software, Gerência de Projetos.


PÁGINAS: 187
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Metodologia e Técnicas da Computação
ESPECIALIDADE: Engenharia de Software
RESUMO:

Desenvolver software com qualidade é, sem dúvida, o principal objetivo da Engenharia de Software. A qualidade do software está diretamente relacionada à qualidade do processo e da sua gestão. Várias abordagens podem ser utilizadas durante a aplicação de um desenvolvimento de software. Em destaque o uso de Métodos Ágeis e Dirigidos por Planejamento, fazendo parte cada vez mais da realidade das organizações de desenvolvimento, que acabam utilizando práticas de ambos os métodos, formalizando o emprego dos métodos híbridos, tendência para Engenharia de Software. Mas mesmo com tantas técnicas e métodos disponíveis, a escolha sobre o que usar em cada tipo de problema ou organização ainda é feita de maneira empírica, sem bases que justifiquem a aderência ao problema em questão. Este trabalho apresenta um modelo de gestão para obter atributos que viabilizem o delineamento de um perfil composto pelas características inerentes à equipe, ao ambiente e aos problemas relacionados ao desenvolvimento. Esse perfil torna-se a base para a escolha das melhores práticas dos métodos de desenvolvimento de software e mapeamento da contribuição destas práticas para a Gerência de Projetos de software, formulando-se assim, o modelo Harpia. A aplicabilidade do modelo Harpia foi verificada em um estudo de caso real, no qual problemas recorrentes como mudanças de requisitos e baixa qualidade dos dados exercem uma influência significativa no alcance dos objetivos dos projetos. O modelo favorece com o mapeamento de práticas de desenvolvimento que auxiliam a Gerência de Projetos de software e que se enquadram a realidade das empresas gerando uma maior satisfação quanto ao planejamento e execução dos projetos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2685432 - ADICINEIA APARECIDA DE OLIVEIRA
Interno - 1335451 - ALBERTO COSTA NETO
Externo à Instituição - SIDNEY DA SILVA VIANA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69