UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 06 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: AYTANA VASCONCELOS DOS SANTOS
24/08/2022 10:31


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AYTANA VASCONCELOS DOS SANTOS
DATA: 29/08/2022
HORA: 09:30
LOCAL: online
TÍTULO: Óleos essenciais da família Lamiaceae utilizados para controle de culicídeos vetores: uma revisão sistemática
PALAVRAS-CHAVES: Lamiaceae. Atividade larvicida. Controle vetorial. Terpenos.
PÁGINAS: 153
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

As doenças disseminadas por mosquitos vetores cresceram significativamente nos últimos tempos, isso representa uma grave ameaça à sociedade, agravando os problemas de saúde pública existentes, provocando epidemias. Com isso, na busca por alternativas naturais, muitos pesquisadores têm destacado o uso de óleos essências obtidos da família Lamiaceae. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi realizar uma revisão sistemática acerca da eficácia do uso dos óleos essenciais das espécies da família Lamiaceae que possuem propriedades larvicidas contra insetos vetores (Aedes, Anopheles e Culex). Foi desenvolvido e descrito de acordo com as diretrizes Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes (PRISMA). Dessa forma, foram realizadas buscas eletrônicas em banco de dados (Embase, Scopus, PubMed e ScienceDirect), cobrindo uma visão geral das fontes vegetais. Depois da busca inicial obteve-se 398 artigos para leitura completa, destes, 78 artigos originais completos foram incluídos. Observou-se que a maior parte dos estudos utilizou as partes aéreas das plantas para obtenção de seus OE. O gênero mais frequente relatado foi o Ocimum. Os óleos essenciais foram extraídos pela forma tradicional por meio da hidrodestilação aliada a CG/MS, foi relatada também a concentração letal (LC50) de toxicidade aguda responsável ​​pela mortalidade larval, e dessa forma, constatou-se que os óleos essenciais mais ativos são ricos em hidrocarbonetos sesquiterpenicos, sesquiterpenos oxigenados e hidrocarbonetos monoterpenos. Cerca de 70% dos óleos essenciais extraídos obtiveram mortalidade moderada. Por fim, nota-se que os óleos essenciais têm um potencial considerável contra os mosquitos vetores. Esta revisão mostra que os óleos essenciais podem ser usados no controle de arboviroses, no entanto, sugere-se que sejam realizados mais estudos sobre segurança e formulações para aplicação dos óleos essenciais em campo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CARLOS ADRIANO SANTOS SOUZA
Presidente - 2027473 - MARCELO CAVALCANTE DUARTE
Interno - 2337777 - ROGERIA DE SOUZA NUNES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5