UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 06 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: BRENNDA GONZAGA MACHADO
16/08/2022 10:50


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRENNDA GONZAGA MACHADO
DATA: 24/08/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do DFA
TÍTULO: EFEITO DO α-FELANDRENO COMPLEXADO E NÃO COMPLEXADO EM HIDROXIPROPIL-β-CICLODEXTRINA NA NOCICEPÇÃO OROFACIAL EM ROEDORES
PALAVRAS-CHAVES: Nocicepção orofacial, Fitoterapia, Monoterpenos, α-felandreno.
PÁGINAS: 51
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Efeito do α-felandreno complexado e não complexado em Hidroxipropil-ß-Ciclodextrina nanocicepção orofacial em roedores. Brennda Gonzaga Machado. São Cristóvão-SE, 2022.
O trabalho visa ampliar os estudos envolvendo efeitos farmacológicos do monoterpeno α-felandreno, especificamente na promoção da antinocicepção orofacial. Os estudos envolveram
inicialmente a pesquisa bibliográfica por meio de artigos, livros, dissertações e teses com o objetivode reunir informações e dados que serviram de base para os experimentos laboratoriais.
Foi preparado um complexo de Hidroxipropil-β-ciclodextrina (HPβ-CD) com incorporação do α-felandreno que posteriormente foi caracterizado fisicoquimicamente por meio dos testes
Cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) e calorimetria exploratória diferencial (DSC).Buscando avaliar a possível ação analgésica do α-felandreno em modelos animais na nocicepção
orofacial, os animais foram divididos em quatro grupos (n = 8 por grupo) e tratados com α-felandreno não complexado (FEN) na dosagem de 50mg/kg, α-felandreno complexado em
hidroxipropil-β-ciclodextrina (FEN-HPβCD) na dosagem de 50mg/kg, controle negativo (tween 800,2% em água) 10mL/kg por gavage e controles positivos que variaram em decorrência dasubstância utilizada na nocicepção. A nocicepção foi induzida por meio de formalina, cinamaldeído,glutamato e salina hipertônica. Por fim, foi feita quantificação das citocinas TNF-α e IL-1β naregião da vibrissa após o teste da formalina e análise da atividade locomotora dos animais por meiodo teste da coordenação motora e coleta de dados para avaliações estatísticas. No teste dequantificação do α-felandreno por CLAE foi encontrado um tempo de retenção de 5,8 minutos eum pico de boa resolução cromatográfica, o coeficiente de correlação R2 = 0,9998 comprova alinearidade do método e os resultados do limite de detecção (LD) e quantificação (LQ) ( 0,81 e 2,44μg/mL, respectivamente) demonstraram a sensibilidade do método. Os resultados do DSCindicaram uma maior estabilidade do α-felandreno quando incorporado a HPβ-CD. Na nocicepção
induzida por formalina observou-se efeito antinociceptivo nos animais tratados com FEN e FEN-HPβCD 50mg/kg quando comparados com o veículo tanto na fase neurogênica quanto inflamatória,
Paralelo à isso, observou-se uma inibição das citocinas TNF-α e IL-1β. Nos testes de nocicepçãoinduzido por cinamaldeído, glutamato e salina hipertônica observou-se comportamentoantinociceptivo dos animais tratados com FEN e FEN-HPβCD 50mg/kg quando comparados como veículo. No teste de coordenação motora feito por meio do aparelho rota-rod, não foramobservados comportamentos que influenciassem a atividade locomotora dos roedores, uma vez que os animais tratados com FEN e FEN-HPβCD 50mg/kg permaneceram na barra por mais de 170 segundos em todos os tempos (30, 60 e 120 minutos). Pode-se concluir então que o monoterpeno α-felandreno possui efeito antinociceptivo, provavelmente envolvendo os a ativação dos canais TRPV1, TRPA1, receptores glutamatérgicos e liberação das citocinas TNF-α e IL-1β.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 997456 - ANGELO ROBERTO ANTONIOLLI
Externo à Instituição - ANNE KAROLINE DE SOUZA OLIVEIRA
Interno - 2027473 - MARCELO CAVALCANTE DUARTE

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5