UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 29 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLÉVERTON DA SILVA
04/02/2022 09:24


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLÉVERTON DA SILVA
DATA: 14/02/2022
HORA: 14:00
LOCAL: meet.google.com/ymi-vkqa-tqe
TÍTULO: EXPLORAÇÃO DE AVES COLUMBIDAE NO INTERIOR DE SERGIPE (BRASIL): DIFERENTES OLHARES SOBRE UMA PRÁTICA ENRAIZADA
PALAVRAS-CHAVES: Aves cinegéticas; Caça; Comércio ilegal; Densidade populacional; Manejo sustentável; Percepção; Recurso alimentar.
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

No Brasil, embora a caça de animais silvestres seja proibida por lei (Lei n°
5.197/67 e Lei n° 9.605/98), o uso de animais silvestres como recurso alimentar é
importante para a subsistência de algumas comunidades, como para habitantes de
áreas rurais. As aves estão entre os grupos de animais mais caçados no mundo; e
os representantes da família Columbidae (pombas, rolinhas, juritis e afins;
doravante columbídeos) estão entre os principais alvos para fins alimentares,
especialmente no Nordeste do Brasil, onde são caçados de forma descontrolada.
Ampliar nossa compreensão sobre o universo das atividades cinegéticas e sobre as
espécies-alvo é um passo inicial importante para o desenvolvimento de políticas mais
eficazes para a conservação e a manutenção da vida silvestre como um serviço
ecossistêmico de provisionamento, que entrega alimentos e renda principalmente às
famílias menos abastadas. Posto isso, esta pesquisa parte do esforço de entender
como se dá a exploração de columbídeos em três áreas rurais no município de
Itabaiana (Sergipe, Brasil). Além disso, esta pesquisa também buscará investigar o
estado atual das populações de Columbidae e a percepção dos moradores,
pesquisadores (acadêmicos) e fiscais do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio
Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), todos da região, sobre a caça de
columbídeos. Para isso, serão utilizados questionários semiestruturados e o
método de Amostragem por Distância para estimar a densidade populacional das
espécies de Columbidae na região. Com base nas metodologias adotadas,
esperamos: compreender como se dá a caça (espécies-alvo, apetrechos e
estratégias de caça, períodos de caça) e o comércio (localização, espécies
comercializadas, valor das espécies) de Columbidae na região estudada; obter a
densidade populacional de todas as espécies de Columbidae registradas nas áreas
estudadas; e a percepção dos pesquisadores, fiscais do IBAMA e da população rural
das áreas de estudo sobre a caça de Columbidae.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 388007 - ADAUTO DE SOUZA RIBEIRO
Externo à Instituição - HELOÍSA THAÍS RODRIGUES DE SOUZA
Externo à Instituição - FLÁVIA DE CAMPOS MARTINS
Externo à Instituição - ERALDO MEDEIROS COSTA NETO
Externo à Instituição - DIANA GONÇALVES LUNARDI
Externo à Instituição - CLAUDIA SOFIA GUERREIRO MARTINS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817