UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 06 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GUILHERME RODOLFO SOUZA DE ARAUJO
03/02/2022 13:18


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUILHERME RODOLFO SOUZA DE ARAUJO
DATA: 23/02/2022
HORA: 08:00
LOCAL: Online
TÍTULO: Cristais líquidos liotrópicos como sistemas de liberação transdérmicos de fármacos anti-hipertensivos
PALAVRAS-CHAVES: Cristais líquidos; Sistemas transdérmicos de liberação de fármacos; Hipertensão arterial sistêmica; Sistemas nanoestruturados; Nanotecnologia farmacêutica;
PÁGINAS: 95
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Os cristais líquidos (CLs) são fases intermediárias entre os estados sólido e líquidoque possibilitam a liberação de fármacos de forma controlada e podem ser administradospelas mais diversas vias, inclusive a transdérmica. Esta via apresenta várias vantagens secomparada à via oral, até mesmo a melhora na biodisponibilidade de fármacos pertencentes àclasse II do sistema de classificação biofarmacêutico. Dessa forma, o objetivo deste trabalhofoi desenvolver e caracterizar sistemas CLs para a administração transdérmica do Carvedilol eNifedipina (CRV e NFD, respectivamente). Para isso, após extração e caracterização do óleoessencial de Citrus sinensis (OECS), diversas formulações compostas por diferentesproporções de água (fase aquosa), OECS (fase oleosa) e mistura de PPG-5-CETETH-20 eéster de óleo de oliva PEG-7 (1:1, p/p) (fase tensoativa) foram desenvolvidas e caracterizadaspor microscopia de luz polarizada (MLP). As formulações selecionadas através da MLP forampreparadas e os fármacos foram incorporados em concentrações determinadas por suasrespectivas solubilidades. Esses sistemas foram novamente caracterizados por MLP, seguidospor testes reológicos em diferentes temperaturas e foram submetidos a ensaios de liberação epermeação cutânea in vitro. Como resultado, o método de extração do OECS se mostroueficaz e a cromatografia gasosa identificou o limoneno na composição do óleo. As diferentesproporções das fases tensoativa, aquosa e oleosa permitiram a obtenção de CLs do tipolamelar (LAM), hexagonal (HEX) e cúbico (CUB), os quais foram confirmados por MLP. Osensaios reológicos demonstraram que a 25°C os CLs apresentam perfil de escoamento não-Newtoniano, com elevada viscoelasticidade, e que com aumento da temperatura (32 °C) háuma diminuição nesses perfis, mas não compromete a estruturação do sistema. Aincorporação do CRV e NFD nas concentrações de 10 e 5 mg/mL, respectivamente, nãoalteram a organização dos CLs. Os ensaios de liberação in vitro revelaram que, no período de24 h, ambos os fármacos são liberados de forma controlada, porém de formas distintas, sendoque o tipo de mesofase não interfere na taxa de liberação da NFD, mas afeta a liberação doCRV. Os estudos de permeação cutânea da NFD mostraram que a fase CUB promove umamaior permeação, entretanto todas as mesofases foram capazes de diminuir o lag time dapermeação transdérmica do NFD. Dessa forma, fica evidente que as formulações obtidas sãocapazes de carrear e promover a liberação controlada de fármacos como CRV e NFD, sãopromissores sistemas transdérmicos para administração de fármacos anti-hipertensivos, epodem contribuir para uma melhor adesão terapêutica destes medicamentos de uso contínuo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1686032 - ANA AMELIA MOREIRA LIRA
Externo à Instituição - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Interno - 032.657.764-50 - JOSÉ GUEDES DE SENA FILHO
Externo ao Programa - 2190308 - MARCIO ROBERTO VIANA DOS SANTOS
Interno - 2337777 - ROGERIA DE SOUZA NUNES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5