UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 18 de Junho de 2024

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LILLIAN MUNIZ OLIVEIRA
19/01/2022 10:23


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LILLIAN MUNIZ OLIVEIRA
DATA: 25/01/2022
HORA: 14:00
LOCAL: ONLINE
TÍTULO: A COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE UM ALUNO COM PARALISIA CEREBRAL
PALAVRAS-CHAVES: Paralisia Cerebral; Educação Inclusiva; Comunicação Alternativa.
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

O processo de escolarização de alunos com paralisia cerebral apresenta diversos desafios e barreiras que impedem o acesso a aprendizagem escolar. Para conquistar uma educação inclusiva há necessidade de políticas públicas, organização de redes de apoio, promoção de formação continuada para professores e identificação de recursos que possibilitem e ampliem os horizontes do sistema educacional. Um dos recursos de grande importância para pessoas com deficiência motora são os sistemas de Comunicação Alternativa e Ampliada (CAA) enquanto recurso que possibilita a mediação de estratégias metodológicas para o ensino e aprendizagem de alunos com deficiência para que seja efetivo o acesso ao currículo do aluno. Este trabalho tem como objetivo investigar como a Comunicação Alternativa pode ser um elemento de mediação da aprendizagem na escola compreendendo a dinâmica espaço-tempo na rede de ensino regular no processo inclusivo de um aluno com Paralisia Cerebral. Apoia-se nos pressupostos da matriz sócio-histórica de Vigotski, na revisão de literatura de Comunicação Alternativa e em autores da Educação Especial. Fundamenta-se na pesquisa qualitativa e na pesquisaação colaborativo-crítica junto as professoras e acompanhantes do processo educacional de uma criança com paralisia cerebral com severa deficiência motora. A coleta de dados será feita a partir de: Reuniões e trabalho colaborativo junto à professora; trabalho com o aluno e sua família; confecção de materiais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEXANDRO BRAGA VIEIRA
Interno - 2046405 - ALFRANCIO FERREIRA DIAS
Presidente - 2570236 - ROSANA CARLA DO NASCIMENTO GIVIGI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2024 - UFRN v3.5.16 -r19279-bcba364a3c