UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 30 de Novembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ WILAS ALVES DE FARIAS
18/10/2021 22:46


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ WILAS ALVES DE FARIAS
DATA: 20/10/2021
HORA: 20:00
LOCAL: Universidade Federal de Sergipe - On line
TÍTULO: COMÉRCIO INTRAINDUSTRIAL BRASILEIRO: Uma Aplicação do Índice de Grubel-Lloyd em Series Temporais para os Estados Brasileiros
PALAVRAS-CHAVES: Comércio internacional; Economia Externa; Índice de Grubel-Lloyd
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
SUBÁREA: Economia Internacional
ESPECIALIDADE: Relações do Comércio; Política Comercial; Integração Econômica
RESUMO:

Tema: comércio intraindustrial brasileiro: uma aplicação do índice de Grubel-Lloyd para identificar o tipo de comércio brasileiro, por estado e setores.

Definição: Comércio Intraindustrial segundo Krugman et al. (2001, p. 144) ocorre por “[...] trocas dos bens em dois sentidos” ou sobre a forma de “trocas em duas vias entre as indústrias”. Já para Avelino et al. (2009) o comércio intraindustrial se configura como um comércio entre indústria de mesmo tipo ou setor industrial.

Problema: De que forma o comércio intraindustrial evoluiu ao longo dos anos, por estados e grandes setores, com o mundo? E quais estados predominam esse tipo de comércio?

Hipótese: Através da relação comercial o Brasil obteve maior dinamismo econômico em alguns setores, principalmente os ligados a matérias-primas, entretanto setores ligados a produtos com altos fatores tecnológicos perdeu mercado. Assim, será demonstrado a evolução do comércio brasileiro e o tipo, por setores e estados, ao longo dos anos em uma variação de cindo em cinco anos, começando por 2000 e finalizando em 2020. Essa demonstração será feita utilizando um índice comumente utilizado para essa finalidade, o índice de Grubel-Lloyd (1975), na forma utilizada por Krugman et al. (2001) para estudar os setores dos Estados Unidos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3317187 - KLEBER FERNANDES DE OLIVEIRA
Interno - 2458822 - DENISIA ARAUJO DAS CHAGAS
Externo ao Programa - 1254765 - ROSALVO FERREIRA SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18156-ca4d4a6fac