UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 08 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: ROMY GLEYSE CHAGAS BARROS
30/09/2021 10:16


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROMY GLEYSE CHAGAS BARROS
DATA: 13/10/2021
HORA: 14:00
LOCAL: video conferencia
TÍTULO: Otimização de parâmetros de cultivo do gênero Aspergillus spp. para a obtenção de frutooligossacarídeos e compostos fenólicos a partir de resíduos agroindustriais.
PALAVRAS-CHAVES: resíduos agroindustriais; bioacessibilidade; compostos fenólicos; frutooligossacarídeos
PÁGINAS: 205
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
RESUMO:

Os resíduos agroindustriais têm sido reconhecidos como fontes de compostos químicos importantes, e, portanto,podem ser aplicados como substratos em processos biotecnológicos para obtenção de produtos de alto valor agregado. O cajá-umbu, o caju, a canafistula, o cupuaçu, a graviola, a manguba e o morango são frutas nativas e exóticas produzidas no Brasil eque possuem poucos estudos científicos relacionados à caracterização e utilização de seus resíduos. Dessa maneira, oaproveitamento dos resíduos dessas frutas torna-se uma estratégia viável para bioconversão de seus substratos em substânciasbiologicamente ativas. O presente estudo propôs a otimização dos parâmetros de cultivo do gênero Aspergillus spp. a partirdesses resíduos agroindustriais visando a produção de fruto-oligossacarídeos e compostos fenólicos. Inicialmente, acaracterização físico-quimica, o potencial antidiabético e um estudo de bioacessibilidade de polifenóis, flavonóides ecapacidade antioxidante foi realizado para estabelecer o perfil de cada matéria-prima. Em seguida, avaliou-se a produção dasenzimas frutosiltransferase e frutofuranosidase em oito micro-organismos durante um período de 120 h. Os resultadosmostraram que os resíduos de cajá-umbu, canafístula e cupuaçu e as cepas A. carbonarius, A. oryzae, A. japonicus e A.ochraceus apresentaram maior potencial para a finalidade de obtenção de polifenóis e enzimas invertases e transferases. Apósuma nova fermentação, o resíduo de cupuaçu e a espécie A. carbonarius foram selecionadas para estabelecimento dasvariáveis de significância e condições ótimas segundo os planejamentos experimentais Plackett-Burman e DCCR. Ascondições ótimas definidas foram 17,3% de sacarose, 5,1% de resíduo e 4,6% de extrato de levedura para a obtenção máximade compostos fenólicos de 2204,89 mg GAE/100g e enzimas com atividades hidrolíticas de 39,84 U/mL e de transfrutosilaçãode 168,09 U/mL. Além disso, os polifenóis e as atividades antioxidantes foram mensuradas, das quais se atingiu um aumentode 148,17% para ácido gálico, 205,51% para o ácido protocatecuico, 350% para o método ABTS, 51,97% para FRAP,22,65% para ORAC e 16,03% para DPPH. Conclui-se que dentro do escopo deste trabalho, o resíduo de cupuaçu e a cepaAspergillus carbonarius podem ser usadas eficientemente para obtenção simultânea de compostos fenólicos, enzimastransferases e inversases e dessa maneira promover a síntese de biomoléculas, as quais possuem alto valor agregado aplicáveisem diversos setores industriais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2505573 - LUCIANA CRISTINA LINS DE AQUINO SANTANA
Externo à Instituição - LUIZ FERNANDO ROMANHOLO FERREIRA
Externo ao Programa - 3146747 - MARIA TEREZINHA SANTOS LEITE NETA
Presidente - 6330812 - NARENDRA NARAIN
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5