UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 30 de Novembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELIZETE FERREIRA DOS SANTOS SANTANA
26/09/2021 16:03


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELIZETE FERREIRA DOS SANTOS SANTANA
DATA: 27/09/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Remote
TÍTULO: ANÁLISE DO REDIMENSIONAMENTO DO QUANTITATIVO DE UNIDADES ADMINISTRATIVAS DE SERVIÇOS GERAIS - DO INSTITUTO FEDERAL DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Instituto Federal de Sergipe, Desenvolvimento Regional
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
SUBÁREA: Economia Regional e Urbana
ESPECIALIDADE: Economia Regional
RESUMO:

Com pouco mais de uma década de sua existência, o Instituto Federal de Sergipe continua sendo uma Instituição de Ensino Público de muita credibilidade junto a população sergipana. Assim, o presente trabalho busca analisar quais as contribuições que a expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica proporcionou aos municípios sergipanos e as consequências do redimensionamento do quantitativo das UASGs para o IFS, tendo como objetivo geral o propósito de investigar os impactos que a expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica proporcionou aos municípios sergipanos e apontar os possíveis danos que o redimensionamento do quantitativo das UASGs do IFS provocará. Paira no âmbito dos Institutos Federais uma forte tensão de que a iniciativa de supressão das UASGs resulte num desmonte do que fora proposto para o Ensino Profissional Tecnológico. Ao longo dos doze anos de sua criação e posterior expansão, muitas foram as histórias exitosas que fazem parte do histórico da Rede EPT. De modo geral, esta pesquisa pretende descrever os impactos que a expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica proporcionou aos municípios sergipanos. As considerações específicas desta pesquisa tencionam, no transcorrer dos trabalhos, verificar o papel do IFS como instrumento de desenvolvimento regional; identificar os possíveis impactos econômicos que o redimensionamento do quantitativo de UASGs causará aos municípios sergipanos, além da pretensão de dimensionar quais os Campi que mais contribuíram em termos socioeconômicos com os municípios onde encontram-se instalados. A abordagem da pesquisa é classificada no método indutivo, com a precisa observação dos fenômenos; a descoberta da relação entre eles e a generalização das relações. Lakatos e Marconi, (1991 apud ZANELLA, 2009, P. 59). A pesquisa é explicativa e sua delimitação compreende o âmbito de todos os Campi que integram o Instituto Federal de Sergipe, abrangendo o recorte temporal com perspectiva longitudinal no período de 2008 a 2020, exatamente o tempo de existência dos Institutos Federais da Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica - Rede EPCT. A natureza da pesquisa é qualitativa e a coleta de dados se dará por meio de pesquisa bibliográfica, documental, telematizada e estudo de caso. Os resultados alcançados serão elencados ao término da pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2194763 - DEAN LEE HANSEN
Interno - 2458822 - DENISIA ARAUJO DAS CHAGAS
Interno - 1862007 - CHRISTIANE SENHORINHA SOARES CAMPOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18156-ca4d4a6fac