UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 04 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNO ALVES MENEZES
16/09/2021 23:46


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO ALVES MENEZES
DATA: 17/09/2021
HORA: 19:00
LOCAL: forma remota-google meet
TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS INCENTIVOS FISCAIS PARA INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS - O CASO DO HOSPITAL SÃO JOSÉ EM ARACAJU/SE
PALAVRAS-CHAVES: filantropia; hospital são josé/se; incentivos fiscais
PÁGINAS: 35
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
SUBÁREA: Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico
ESPECIALIDADE: Crescimento e Desenvolvimento Econômico
RESUMO:

Um dos principais desafios de qualquer empresa são os Tributos, inibidor do desenvolvimento econômico segundo Lima e Machado (2020) porque os tributos incidem diretamente sobre a receita, consequentemente as empresas não conseguem o crescimento desejado. O Brasil apresenta uma das maiores cargas tributárias do mundo, chegando a 40% do Produto Interno Bruto (PIB) incarecendo, a mão de obra, tudo que é produzido e comercializado, os governantes, de modo geral, não têm apresentado projetos significativos para diminuir a carga tributária, ao contrário a guerra fiscal tem prevalecido, para ver qual Estado paga mais ou menos impostos, fazendo com que muitas empresas trabalhem na inadimplência. Já, as empresas formais passando por dificuldades para sobreviverem, os impostos são os mantendedor dos recursos necessários aos Governos para o alcance dos objetivos públicos, tornando-se dificultosa a fiscalização segundo (SIQUEIRA, 2019). Diante desse percalço cresceu o interesse em trazer a importância de uma Instituição Hospitalar Filantrópica de Sergipe, que consegue reduzir seus impostos, gerando uma economia fiscal, uma vez, que a filantropia com o passar dos anos, vem passando por mudanças no Brasil. “Os objetivos econômicos das empresas são compatíveis com atividades filantrópicas em vez das contraditórias.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1699173 - FERNANDA ESPERIDIAO
Interno - 1519365 - MARCO ANTONIO JORGE
Interno - 2458822 - DENISIA ARAUJO DAS CHAGAS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5