UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: CAROLINE ALVES SOARES
12/07/2021 15:13


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINE ALVES SOARES
DATA: 29/07/2021
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/yhb-mcgq-vbm
TÍTULO: Aproveitamento da água residual do processo de hidrodestilação de Lantama camara L.
PALAVRAS-CHAVES: Verbenaceae, atividade antiprotozoária, resíduo da hidrodestilação, efluentes, resíduo liofilizado.
PÁGINAS: 44
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Lantana camara, comumente conhecida no Brasil como chumbinho, é um arbusto aromático e medicinal que possue ação antibacteriana, antifúngica, antiprotozoária, inseticida, antioxidante, analgésica e anti-inflamatória. Suas propriedades terapêuticas estão relacionadas aos compostos ativos presentes no seu óleo essencial. Após o processo de extração por hidrodestilação, devido ao baixo rendimento de óleo essencial dessa espécie dá-se a formação exacerbada de resíduos. Embora esses resíduos sejam descartados, eles podem apresentar ricas moléculas biologicamente ativas, as quais poderão ser uteis na forma de insumo para outros processos que demandem esses compostos. O objetivo do presente estudo foi avaliar a atividade antiprotozoaria sobre Phytomonas serpens do resíduo da hidrodestilação de folhas de L. camara. O perfil químico da amostra coletada após a extração dos óleos essenciais das folhas de chumbinho foi determinado por HPLC, e em adição foi avaliado o efeito do resíduo na integridade da membrana de P. serpens, assim como os níveis de produção de espécies reativas a oxigênio (EROs) e da despolarização do potencial mitocondrial. A viabilidade celular do parasito diminuiu conforme as concentrações dos resíduos liofilizados (RLs) aumentaram. Os valores de IC50 obtidos para os quatros RLs de L. camara foram: 13,68 μg/mL (RL038); 17,50 μg/mL (RL017); 35,16 μg/mL (RL025); 43,69 μg/mL (RL033). O Resíduo Liofilizado do acesso LAC-038 (RL038) afetou a proliferação de P. serpens em todas as concentrações avaliadas sendo as concentrações de 50 µg/mL e 100 µg/m do resíduo reduziram de forma acentuada a densidade celular das formas promastigotas. As análises de citometria de fluxo e espectrofluorimetria demonstraram que o RL038 nas concentrações avaliadas não afetarou a integridade da membrana plasmática Os níveis de EROs aumentaram em aproximadamente 2x e 3x nas concentrações de 120 µl/mL e 180 µl/mL do RL038, respectivamente. Células tratadas com as mesmas concentrações do residuo mostraram redução no potencial mitocondrial, em comparação com as células não tratadas. Essas concentrações reduziram a fluorescência em 44,6% (IV= -0,446) e 46,8% (IV= -0,468), respectivamente. Essa redução não difereu estatísticamente do controle positivo que foi de 56,0% (IV= -0,560). E a partir da cromatografia liquida analítica do resíduo foi possível observar a presença de 17 picos que posteriormente foram classificados como ácidos fenólicos e flavonoides. Assim indicando que os resíduos da hidrodestilação das folhas de Lantana camara podem ser provedores de moléculas eficientes para a formulação de bioprodutos para o controle de parasitas como a P. serpens.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2307480 - MARIA DE FATIMA ARRIGONI BLANK
Interno - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Externo à Instituição - REJANE RODRIGUES DA COSTA E CARVALHO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2