UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: EDERLAINE ARAUJO DOS SANTOS
05/07/2021 06:52


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDERLAINE ARAUJO DOS SANTOS
DATA: 28/07/2021
HORA: 10:00
LOCAL: via Google meet
TÍTULO: Caixa da ditongação: trabalhado a interferência da oralidade na escrita de alunos do ensino fundamental
PALAVRAS-CHAVES: Ditongação; Escrita; Ortografia.
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa
RESUMO:

Neste trabalho foi desenvolvido um estudo sobre o processo fonológico da ditongação na escrita de alunos do 9o ano do Ensino Fundamental de uma escola pública estadual situada no município de Areia Branca-SE. A ditongação na fala ocorre de forma espontânea e, em geral, passa despercebida; porém, na escrita esse fenômeno é apontado como erro ortográfico, sendo frequentemente fonte de discriminação e censura. A constatação da presença da ditongação na escrita dos alunos aqui já mencionada levou à reflexão sobre o que estaria motivando essa ocorrência. Nesse sentido, defende-se que o fenômeno da ditongação é favorecido pela interferência da oralidade na escrita. O produto consiste na criação de uma caixa lúdica nomeada “caixa da ditongação”, que contém quatro jogos que promovem a escrita de palavras que favorecem a ditongação. Desse modo, compreende-se a relevância deste estudo, bem como do produto educacional, para o tratamento do fenômeno da ditongação de forma lúdica, auxiliando o professor a trabalhar as normas ortográficas sob uma nova perspectiva de ensino. Dentre os autores em quem se buscou suporte para fundamentar esta pesquisa estão: Callou e Leite (2005), Câmara Júnior (2011, 2015) e Silva (2019), com teorias sobre fonologia e processos fonológicos; e Morais (2001), Cagliari (2002), Bortoni-Ricardo (2004, 2005), com estudos sobre ortografia, variação linguística e ensino. O trabalho está embasado no pressuposto metodológico da Pesquisa-ação, que se caracteriza por ser uma linha de investigação associada às formas de ação coletiva, orientada em função da resolução de problemas ou de objetivos de transformação, como expõe Thiollent (2002) sobre esse tipo de pesquisa. A coleta de dados se deu a partir da aplicação de uma atividade que contemplava a escrita de nomes de figuras. De posse desse material, foi possível identificar os processos fonológicos presentes na escrita dos participantes e escolher aquele que apresentou um maior número de ocorrências – a ditongação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 6426204 - DENISE PORTO CARDOSO
Presidente - 2883246 - DENSON ANDRE PEREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - DIRCEL APARECIDA KAILER

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e