UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 30 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZ RICARDO OLIVEIRA SANTOS
15/06/2021 18:18


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIZ RICARDO OLIVEIRA SANTOS
DATA: 29/06/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Google meet
TÍTULO: TEIAS DE ARIADNE: TESSITURAS E (DES)CONTINUIDADES DE REDES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Educação Ambiental; Indicadores; Redes.
PÁGINAS: 83
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

As redes de Educação Ambiental (EA) são coletivos de educadores/as, organizados empremissas de horizontalidade, conectividade, democracia, autonomia e interdependência.
No Brasil, essa forma de organização para ações de EA foi oficializada a partir da Rio-92, evento que marcou o início da expansão de redes por todo o país. Atualmente, tais
coletivos podem ser identificados em, basicamente, três tipos: redes territoriais, temáticase de juventude, sendo a maioria vinculada à Rede Brasileira de Educação Ambiental(REBEA), cuja malha possui alguns pontos de desconexão, no tocante às redes que acompõem. Diante dessas conjecturas, a tese a ser defendida reflete que tais (des)conexões,exibidas pelas redes de EA, devem-se a descontinuidades nas dinâmicas organizativas detais redes, embebidas pelas oscilações consubstanciadas pelos cenários políticos eambientais do país. Nessa égide, o objetivo do presente estudo é analisar as tessituras dearticulação e funcionamento das redes de EA vinculadas à REBEA. Para tanto, acomposição amostral do presente estudo está pautada em cinco redes de EA, que foramselecionadas por região do país e que obedeceram a critérios como: maior tempo deatuação na região e possuir abrangência, capilaridade e sinergia satisfatórias. A fim deatingir o objetivo proposto, serão realizados levantamentos bibliográfico e documental,além da aplicação de questionários semiestruturados e entrevistas com pesquisadores/asassociados/as. Será realizada análise do discurso com base na Teoria do Discurso emtorno de Ernesto Laclau e utilizadas técnicas que inter-relacionem os resultados obtidoscom a construção de indicadores qualitativos de monitoramento e avaliação de redes,
baseados nas macropolíticas de EA, numa perspectiva pós-estruturalista. Por fim, espera-se que possam ser evidenciadas as potencialidades e fragilidades por que passam as redes
territoriais de EA, além da propositura de um modelo de monitoramento baseado noalcance e efetividade das ações das redes.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1807439 - JAILTON DE JESUS COSTA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo à Instituição - MAURO GUIMARÃES
Presidente - 279481 - ROSEMERI MELO E SOUZA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817