UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: ALEXANDRE PASSOS OLIVEIRA
29/04/2021 11:19


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALEXANDRE PASSOS OLIVEIRA
DATA: 31/05/2021
HORA: 13:00
LOCAL: meet.google.com/akd-hbue-cvx
TÍTULO: TECNOLOGIA ALTERNATIVA DE FILME DE PARTÍCULA A BASE DE CÁLCIO NOS ASPECTOS ECOFISIOLÓGICOS E MORFOAGRONÔMICOS DA BATATA DOCE
PALAVRAS-CHAVES: Ipomoea batatas, hortaliça, óxido de cálcio, fisiologia vegetal.
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

A agricultura familiar é a principal responsável pela produção de hortaliças, principalmente para mercados internos. Dentre as principais dificuldades da agricultura familiar, destacam-se a escassez de água, escassez de recursos financeiros e a assistência técnica insuficiente. Diante desta realidade, para promover a melhoria das condições de vida deste público, são necessárias alternativas que, com poucos recursos financeiros, possibilitem alcançar a segurança alimentar e a geração de trabalho e renda. A horticultura é uma das áreas mais exploradas pela agricultura familiar por possibilitar resultados expressivos e gerar renda em áreas pequenas. Dentre as principais hortaliças cultivadas está a batata-doce. Esta raiz tuberosa é uma hortaliça tropical e subtropical, de ciclo curta de produção (3 a 5 meses), de fácil cultivo, rústica, de ampla adaptação, com custo de produção relativamente baixo e com elevada capacidade de produção de biomassa. Esta planta apresenta uma multiplicidade de usos, podendo ir desde a alimentação humana, passando pela alimentação animal até a produção de etanol. Entretanto, a escassez de água, apesar desta hortaliça ser tolerante, pode ser fator primordial na sua produção e produtividade. Por ser um bem precioso à água vem se tornando alvo dos mais diversos estudos no que tange a escassez e principalmente por estar associada a temperaturas extremas e altas irradiâncias que afeta de maneira significativa e crescente a produtividade e a qualidade dos produtos. Neste contexto, a aplicação foliar do filme de cálcio, um mineral quimicamente inerte que reflete as radiações ultravioleta e infravermelha, bem como, em parte, a radiação fotossinteticamente ativa, permite diminuir a fotoinibição em folhas e com isso tornar-se mais eficiente no uso da água. Sendo assim, esta tese teve o objetivo de avaliar a aplicação de diferentes concentrações do filme de partícula (CaO) nos parâmetros ecofisiológicos e morfoagronômicos em batata-doce em campo. Para isso foram avaliados os parâmetros ecofisiológicos, tais como, trocas gasosas e fluorescencia da clorofila a e parametros morfoagronomicos, tais como, produtividade e pós colheita. Nossos resultados demonstraram que a utilização do filme de partícula aumenta a eficiência do sistema fotossintético das plantas de batata-doce e consequentemente a eficiência do uso da água e a produtividade. Sendo assim, esta tecnologia se torna uma alternativa viável para o manejo da batata-doce por amenizar o estresse que a planta pode sofrer em campo e aumentar sua produtividade gerando mais renda aos produtores.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ABRAÃO ALMEIDA SANTOS
Externo ao Programa - 1684100 - JAILSON LARA FAGUNDES
Externo à Instituição - LIA-TÂNIA ROSA DINIS
Presidente - 1562875 - LUIZ FERNANDO GANASSALI DE OLIVEIRA JUNIOR
Interno - 1460010 - MARCELO AUGUSTO GUTIERREZ CARNELOSSI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2