UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 16 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: LUANA ALMEIDA DE JESUS
27/04/2021 22:25


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUANA ALMEIDA DE JESUS
DATA: 06/05/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Meio Remoto, Plataforma do Google Meet
TÍTULO: “OH ZÉ, O SAMBA DE ABOIO É AQUI” UM ESTUDO ETNOGRÁFICO SOBRE O ALIMENTO TRADICIONAL, MEMÓRIAS E IDENTIDADES NO SAMBA DE ABOIO DO POVOADO AGUADA - CARMÓPOLIS/SE
PALAVRAS-CHAVES: Culturas Populares. Memórias. Identidades. Alimento Tradicional. Samba de Aboio.
PÁGINAS: 118
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Antropologia
SUBÁREA: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras
RESUMO:

O comportamento relativo do alimento liga-se diretamente ao sentido de nós mesmos as nossas identidades e memórias. O alimento tradicional pode ser compreendido como um aspecto que permite uma observação abrangente e uma possível compreensão da alteridade. Nessa perspectiva interessa analisar as práticas e discursos que estão presentes na área da alimentação relacionando-as com questões de identidades e memórias. Existe um diálogo entre o alimento tradicional, identidades ememória no cotidiano, que podem ser entendidos e analisados nos mais diversos grupos de manifestações culturais presentes no Estado de Sergipe, dentre eles, o Samba de Aboio localizado no Povoado Aguada em Carmópolis/SE, objeto dessa pesquisa. A presentedissertação tem como objetivo geral analisar a memória e o sentido de pertencimento que o alimento tradicional,servido no Samba de Aboio, Povoado Aguada-Carmópolis/SE, possui nos atores sociais que participam desta prática cultural. Para tal se fez necessário contextualizar historicamente o Samba de Aboio, entendendo suas simbologias e dinamicidades ocorridas ao longo dos anos. Estabelecer uma análise dessa celebração visando entender a partir das narrativas, as aproximações e os distanciamentos entre religião e alimento tradicional dessa prática cultural. Por fim, identificar as formas e lugares que estão sendo utilizados para a transmissão dossaberes/fazeres desse alimento tradicional para novas gerações. Diante de tais objetivos surge uma questão norteadora central. Quais as memórias e o sentido de pertencimento que os alimentos tradicionais servidos no Samba de Aboio no Povoado Aguada-Carmópolis/SE possui a partir da percepção dos atores sociais que participam desta prática cultural? Aliando o método às técnicas, foram utilizados nessa dissertação, as pesquisas de campo, bibliográfica, documental, exploratória e descritiva, tendo como abordagem qualitativa e o método de pesquisa o etnográfico. As técnicas de pesquisa foram aobservação direta, entrevistas, fotografias, filmagens e o caderno de campo. A relação das identidades e memórias, junto com o ato de preparar e servir o alimento tradicionaldurante o Samba, é de suma importância para toda a celebração, desde as doações dos animais dos devotos, o modo de preparo das carnes que vem sendo mantido e os saberes e fazeres que são passados de geração a geração pela família Mota de Assis, sem ser modificado ou alterado ao longo dos anos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1362711 - ROSANA EDUARDO DA SILVA LEAL
Interno - 1821173 - DENIO SANTOS AZEVEDO
Externo à Instituição - JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b