UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 14 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: AMANDA LIMA NASCIMENTO
02/12/2020 10:20


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AMANDA LIMA NASCIMENTO
DATA: 18/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: EMBRAPA Semiárido - Videoconferência
TÍTULO: Características físico-químicas, composto bioativos e perfil volátil de cultivares de umbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda Câmara) em diferentes estágios de maturação.
PALAVRAS-CHAVES: Spondias tuberosa, compostos bioativos, compostos voláteis, SBSE.
PÁGINAS: 38
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares
RESUMO:

O umbuzeiro (Spondias Tuberosa Arruda Câmara) é uma espécie pertencente à família Anacardiácea. As plantas dessa espécie produzem frutos de boa aparência, alta qualidade nutricional, aroma e sabor agradável. O umbu pode ser consumido in natura, como também de maneira processada. Além dos aspectos nutricionais, os frutos ganham destaque devido as questões socioeconômicas, sendo considerado uma importante fonte de renda para agricultores, ganhando destaque a região nordeste brasileira. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), localizada no município de Petrolina-PE, lançou recentemente cultivares comerciais de umbuzeiro, os quais apresentam alta produtividade, assim como elevado tamanho dos frutos. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho será realizar a caracterização da qualidade físico-química, compostos bioativos e perfil de compostos voláteis das novas cultivares de umbu em diferentes estágios de maturação. Os frutos serão colhidos no estádio de maturação 3FTV-In (inchado), apresentando cor da casca verde e início do amolecimento da polpa. Os frutos serão avaliados na colheita, assim como nos estádios de maturação seguintes conhecidos como 4FPA-M-1, apresentando coloração da epiderme predominantemente amarela (fruto maduro), e 5FTA-M-2, apresentando coloração da casca totalmente amarela e fruto ainda apto ao consumo. As avaliações físico-químicas serão índice de acidez, pH, sólidos solúveis, cinzas, lipídios, proteínas, vitamina C e umidade. Os compostos bioativos avaliados serão compostos fenólicos, flavonoides totais, e carotenoides totais. A identificação e quantificação dos compostos bioativos será realizada por cromatografia líquida de alta eficiência. A determinação dos compostos voláteis será realizada por meio da técnica de isolamento SBSE (Stir Bar Sorptive Extraction). A identificação dos compostos voláteis será por cromatografia a gás acoplada a um espectrômetro de massas, com base nos parâmetros da NIST, índice de retenção confirmados pela comparação com padrões de compostos autênticos, espectros de massa e literatura científica. Todos os dados serão estatisticamente tratados pelo software SAS.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CECÍLIA POLONI RYBKA
Externo ao Programa - 1460010 - MARCELO AUGUSTO GUTIERREZ CARNELOSSI
Presidente - 969.210.210-68 - SÉRGIO TONETTO DE FREITAS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b