UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 16 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA KAROLINA DE SOUZA ANDRADE
18/11/2020 14:54


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA KAROLINA DE SOUZA ANDRADE
DATA: 16/12/2020
HORA: 09:00
LOCAL: On-line
TÍTULO: AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTITUMORAL IN VITRO DOS DERIVADOS SINTÉTICOS DO INDOL
PALAVRAS-CHAVES: Câncer; Compostos indólicos; Células tumorais; Efeito citotóxico; Morte celular.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

O câncer é considerado um problema de saúde pública em todo o mundo devido as altas taxas de mortalidade. Ele é ocasionado por múltiplas mutações em genes que acabam por gerar proliferação desordenada das células. Os agentes antineoplásicos utilizados atualmente para o tratamento da doença ainda geram muitos efeitos adversos nos pacientes e não são tão promissores para o controle do câncer. Devido a isso se faz necessária à busca de novos compostos que possam ter alto efeito citotóxico em células tumorais. O indol é um composto amplamente distribuído entre os produtos naturais e que apresenta diversas atividades biológicas, dentre elas a atividade antitumoral, a qual já foi investigada em alcaloides indólicos como a elipticina. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a atividade antitumoral de derivados sintéticos do indol. Na primeira etapa do projeto foram selecionados doze compostos indólicos na concentração de 25µg/mL para avaliação o grau de inibição nas linhagens tumorais pela técnica do SRB. De acordo com a estrutura química e alto grau de inibição nas linhagens tumorais foram selecionadas as substâncias NM-18-05, NM-01-38-29 e a NM-01-45-33 para avaliação da citotoxicidade e cálculo da IC50. Os resultados da IC50 mostram que a molécula NM01-38-29 teve um alto efeito citotóxico na linhagem de glioma C6. Com base nesse resultado foram realizados ensaios na linhagem C6 como capacidade de formação de colônias, capacidade de migração celular, alterações morfológicas com os corantes DAPI e FITC. O composto NM-01-38-29 mostrou-se capaz de diminuir o número de colônias e também atuou inibindo a capacidade migratória das células C6. Além disso foi possível observar alterações morfológicas sugerindo morte celular por apoptose nas células de glioma. Esses resultados mostram que derivados do indol possuem ação citotóxica em diferentes linhagens tumorais, sendo a molécula NM-01-38-29 com um maior efeito antitumoral. Também podemos observar que a molécula NM-01-38-29 teve um alto efeito citotóxico para as células de glioma, podendo ser uma nova alternativa de fármaco para o tratamento do câncer.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2307221 - DANILO LUSTRINO BORGES
Externo ao Programa - 1312577 - LUCIANA NALONE ANDRADE
Externo ao Programa - 2337777 - ROGERIA DE SOUZA NUNES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b