UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PRISCILA MARIA DE JESUS
03/11/2020 12:13


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PRISCILA MARIA DE JESUS
DATA: 05/11/2020
HORA: 09:00
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/events/bancas-r-de-bortoli
TÍTULO: ABORDAGEM MUSEOLÓGICA SOBRE O DIREITO AUTORAL NOS ESPAÇOS MUSEAIS
PALAVRAS-CHAVES: Direito do autor; Propriedade Intelectual; Proteção
PÁGINAS: 51
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O processo de deslocamento de uma obra de arte do contexto privado para o público, a partir de sua vinculação com o museu apresenta características próprias que culminam com a sua exposição para o público. Esses procedimentos, que passam pela aquisição, documentação, conservação, pesquisa e comunicação, apresentam metodologias próprias e, que em determinados pontos, apresentam pontos de encontro com a Propriedade Intelectual, no que tange à formalização de questões, sobretudo quando parte para compreender o papel da Lei do Direito Autoral e seu impacto nos processos de comunicação realizados por essas instituições. A partir de uma discussão que busca apresentar o estágio embrionário dessa discussão, seja nos registros ou produções que abordem essa relação Museus e Propriedade Intelectual, o papel da formação do profissional dos museus que não o capacita para trabalhar com essas questões, culminando com a compreensão da representação do autor nas obras em exposição em quatro museus sergipanos, a partir da dicotomia artes visuais e artes aplicadas. A pesquisa teve como problema: De que forma a gestão dos direitos autorais podem contribuir para o processo de geração de informação para o público nos museus e uso das imagens de seu acervo pelos museus para atividades diversas? Como objetivo principal buscou-se analisar de que forma os direitos autorais podem ser utilizados para propiciar a geração da informação e do conhecimento nos seus espaços. A pesquisa apresenta dados quantitativos coletados nos sites do INPI, OMPI e quatro instituições museais sergipanas, sendo trabalhado de modo qualitativo na sua análise. Como resultados iniciais percebeu-se que a maioria dos objetos que apresentam a indicação de autoria nos espaços dos museus sergipanos são os que podem ser classificados como Pinturas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Externo ao Programa - 1687926 - JANAINA CARDOSO DE MELLO
Presidente - 1637307 - ROBELIUS DE BORTOLI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2