UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 16 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NADJA ROSELE ALVES BATISTA
03/11/2020 11:08


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NADJA ROSELE ALVES BATISTA
DATA: 06/11/2020
HORA: 09:30
LOCAL: https://meet.google.com/ukr-vvmv-smp
TÍTULO: Prospecção científica e tecnológica de patentes de compostos nutracêuticos
PALAVRAS-CHAVES: Prospecção, indicadores, nutracêuticos
PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A prospecção tecnológica possibilita a identificação de áreas de pesquisa em ascensão e o surgimento, aplicação e maturação de tecnologias emergentes e tendências de mercado, apresentando potencial de promover benefícios econômicos, éticos, ambientais e sociais futuros. Tem-se como estudo de caso neste trabalho o mercado de produtos nutracêuticos, que desperta um crescente interesse em escala mundial por parte dos consumidores, da comunidade científica e da indústria devido aos seus benefícios à saúde. O termo nutracêutico, criado através da junção das palavras nutrientes e farmacêuticos, é utilizado para definir uma grande variedade de alimentos e compostos bioativos que proporcionam benefícios médicos e à saúde, abrangendo a prevenção e o tratamento de doenças crônicas e infecciosas. O objetivo deste trabalho é analisar a evolução da pesquisa e desenvolvimento dos compostos nutracêuticos no Brasil e no mundo através da prospecção tecnológica e científica de patentes e de publicações relacionadas ao tema. A pesquisa consiste em um estudo de caráter exploratório e descritivo, com variáveis qualitativas e quantitativas, baseada no mapeamento tecnológico e cientifico por meio dos bancos de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), a plataforma Patentscope da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI), Scopus e Biblioteca Virtual da Saúde (BVS). Os dados encontrados no INPI demonstram que o Brasil possui a maior quantidade de patentes depositadas (43,6%), sendo a maioria da titularidade de empresas (55,6%) e a situação publicada (74,4%), com apenas 8,6% das patentes concedidas. Os resultados encontrados na base Pantescope demonstram a representatividade dos Estados Unidos nos depósitos de patentes de nutracêuticos (27,0%) e registros via Tratado de Cooperação em Matéria de Patentes (PCT) e Escritório Europeu de Patentes (EPO). O mapeamento científico identificou um crescimento anual constante das publicações e a grande participação dos Estados Unidos nas publicações sobre nutracêuticos em ambas as plataformas de buscas. Quanto ao financiamento de publicações científicas, a base Scopus destacou como principais fontes o Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), indicando o investimento científico que é feito neste tema no país. Assim, a partir dos dados analisados é possível constatar a qualidade e o potencial de crescimento na pesquisa, desenvolvimento e utilização de compostos nutracêuticos no Brasil e no mundo


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2573323 - ANA KARLA DE SOUZA ABUD
Interno - 2468009 - ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR
Externo ao Programa - 1683778 - ELMA REGINA SILVA DE ANDRADE WARTHA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16078-e509258a73