UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: RODRIGO PEREIRA ALVES
11/09/2020 12:07


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODRIGO PEREIRA ALVES
DATA: 22/09/2020
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/ynf-aetq-wtj
TÍTULO: Diversidade genética, local de cultivo e variação sazonal em genótipos de manjericão (Ocimum basilicum L.).
PALAVRAS-CHAVES: Ocimum basilicum, marcadores moleculares, ISSR, germoplasma, óleo volátil, constituintes químicos.
PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O manjericão (Ocimum basilicum L.) é uma erva aromática com grande variabilidade fenotípica que se destaca por possuir importância econômica, sendo consumido in natura e também utilizado na obtenção de óleo essencial. Este trabalho teve como objetivo analisar a diversidade genética de 27 genótipos de manjericão utilizando marcadores moleculares ISSR, além de avaliar o efeito de locais de cultivo (São Cristóvão-SE e Uberlândia-MG) e épocas do ano (primavera e verão) na produção de biomassa e óleo essencial de 24 cultivares. Quatorze primers foram utilizados para amplificação do DNA, resultando em 86% de polimorfismo. Com base no índice de dissimilaridade de Jaccard, observou-se o maior índice (0,80) entre os indivíduos BAS001 (Anise) e BAS012 (Magical Michael), enquanto que o menor índice de dissimilaridade (0,18) foi detectado entre os genótipos BAS014 (Napoletano) e BAS015 (Nufar F1). A semelhança genética entre indivíduos foi calculada, formando quatro grupos distintos, sendo que a maioria dos indivíduos (40,7%) foi alocada no Grupo I. O conteúdo de informação polimórfica (PIC) (0,89) indicou alto nível de diversidade genética entre os genótipos. Os marcadores ISSR foram eficientes na detecção de polimorfismos entre os genótipos e confirmaram que é possível inferir sobre a variabilidade genética. Isso demonstra a importância do uso de marcadores moleculares e as vantagens que esta informação pode oferecer ao melhoramento genético das espécies. Na avaliação do efeito do local e da sazonalidade em cultivares de manjericão observou-se que a altura de plantas, rendimento e teor de óleo essencial em ambos locais de cultivo apresentou os melhores resultados no verão. Já a massa seca de folhas e flores teve os melhores resultados no verão de São Cristóvão-SE e na primavera de Uberlândia-MG. Quanto ao local de cultivo, Uberlândia-MG registrou os melhores resultados para altura de plantas, massa seca de folhas e flores e rendimento de óleo essencial, enquanto São Cristóvão-SE foi superior para teor de óleo essencial. Os principais compostos nos óleos essenciais foram: 1,8-cineol (5,84%), linalol (47,50%), metil chavicol (9,81%), neral (2,43%), geraniol (0,67%), geranial (3,53%), eugenol (2,48%), trans-cinamato de metila (1,16%) e trans-α-bergamoteno (5,14%). Na análise de agrupamento revelou a formação de 4 grupos classificados como metil chavicol + linalol (Grupo 1), neral + geranial (Grupo 2), linalol (Grupo 3) e linalol + metil chavicol / cinamato de metila (Grupo 4). Os compostos com maiores variações em algumas cultivares foram o linalol (de 57,03% na primavera à 28,83% no verão, na cultivar Cinnamon, em São Cristóvão-SE), o metil chavicol (de 59,45% na primavera à 77,55% no verão na cultivar Anise em São Cristóvão-SE e de 25,73% na primavera à 6,27% no verão, na cultivar Green Globe, em São Cristóvão-SE ), o geranial (de 33,61% na primavera à 41,15% no verão, na cultivar Sweet Dani, em São Cristóvão-SE e de 26,90% na primavera à 38,39% no verão, em Uberlândia-MG), o eugenol (de 2,73% na primavera à 11,61% no verão na cultivar Green Globe em São Cristóvão-SE ) e o trans-cinamato de metila (de 15,27% na primavera a 44,20% no verão na cultivar Cinnamon, em São Cristóvão-SE, e de 13,04% na primavera à 38,75% no verão, em Uberlândia-MG ). As condições ambientais, locais de cultivo e escolha da cultivar são importantes fatores a serem considerados na produção desta espécie.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Interno - 052.892.806-69 - DANIELA APARECIDA DE CASTRO NIZIO
Externo à Instituição - JOSE LUIZ SANDES DE CARVALHO FILHO
Externo à Instituição - JOSÉ MAGNO QUEIROZ LUZ
Interno - 2357805 - THIAGO MATOS ANDRADE

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2