UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 30 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FLAVIA OLIVEIRA SANTOS
17/08/2020 17:11


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FLAVIA OLIVEIRA SANTOS
DATA: 31/08/2020
HORA: 14:30
LOCAL: SALA VIRTUAL
TÍTULO: FAZENDO RENDA E TECENDO ESTRATÉGIA: UM ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS ESTRATÉGICAS E OS ATORES ENVOLVIDOS NO NEGÓCIO DA RENDA IRLANDESA EM SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Renda Irlandesa; Teoria Ator-Rede; Estratégia como Prática; Cartografia de Controvérsias; Strategizing.
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Setores Específicos
RESUMO:

A Renda Irlandesa é um dos produtos artesanais de maior destaque no estado de Sergipe. Esse artesanato está presente em diversos municípios do estado, como Laranjeiras, Rosário do Catete, Riachuelo, Santa Rosa de Lima, São Cristóvão, Maruim e Aracaju. Por meio das associações de rendeiras existentes no estado a Renda Irlandesa acumula títulos, como o de Patrimônio Cultural Imaterial e o selo de Indicação Geográfica. Devido à tamanha importância desse artesanato para o estado e para o país, pesquisas foram realizadas tendo esse artesanato como objeto de estudo, visando apresentar, descrever e sugerir formas de preservar e salvaguardar a Renda Irlandesa no estado. No entanto, foi possível observar que pouco foi produzido buscando compreender os processos e atores que fizeram e fazem com que a Renda Irlandesa seja um dos principais produtos artesanais do estado, sendo inclusive referência nacional na produção dessa renda. Visando preencher essa lacuna, esta pesquisa pretende compreender de que maneira se desenvolve o negócio da Renda Irlandesa em Sergipe, a partir da articulação dos atores (humanos e não humanos) no processo do ‘fazer estratégia’. Para alcançar esse objetivo, optou-se por utilizar a Estratégia como Prática e a Teoria Ator-Rede como perspectivas teóricas. A primeira contribuirá com seus conceitos de práxis, práticas, praticantes e o próprio strategizing. Por sua vez, a Teoria Ator-Rede, além de suas contribuições teóricas com os conceitos de atores (humanos e não humanos), translação e simetria; essa abordagem também servirá de suporte metodológico. No que se refere aos procedimentos metodológicos, esta pesquisa possui uma abordagem qualitativa, sendo do tipo exploratória-descritiva. Como estratégia de pesquisa adotou-se a Cartografia de Controvérsias, pretendendo-se utilizar como técnicas de coleta de dados a observação não participante, entrevistas e análise documental. Para análise dos dados optou-se pela Análise de Narrativas


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1654859 - MANUELA RAMOS DA SILVA
Interno - 2026687 - LUDMILLA MEYER MONTENEGRO
Externo à Instituição - NATÁLIA RESE

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12838-31cfbbda77