UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 18 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: LUÍS FERNANDO DE ANDRADE NASCIMENTO
05/08/2020 15:05


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUÍS FERNANDO DE ANDRADE NASCIMENTO
DATA: 13/08/2020
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/zfe-hajm-hpn
TÍTULO: Análise de características morfoagronômicas de acessos de Lantana camara L.
PALAVRAS-CHAVES: Verbenaceae; Plantas medicinais e aromáticas; Banco Ativo de Germoplasma; Descritores; Diversidade.
PÁGINAS: 43
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Conhecida por sua capacidade infestante, ornamental e também medicinal, Lantana camara L. é originária das Américas Central e Sul e suas diferentes variedades, atualmente pode ser encontrada em todas as regiões dos trópicos, sobrevivendo em locais com até 1800 metros acima do nível do mar. O objetivo do presente trabalho foi avaliar morfoagronomicamente 22 acessos de L. camara, coletados em 15 municípios do Estado de Sergipe, e mantidos no banco ativo de germoplasma de plantas medicinais e aromáticas da Universidade Federal de Sergipe. Para isso, foram avaliadas as características: comprimento da lâmina foliar (CF); largura da lâmina foliar (LF); relação comprimento/ largura das lâminas foliares (C/L); área foliar (AF); diâmetro da copa (DCo); altura da planta (AP); diâmetro do caule (DCa); hábito de crescimento (HC) (Escala de notas para habito de crescimento descritas na Tabela 2); número de flores por inflorescência (NFI); cor das folhas (CF); cor das inflorescências (CI), e presença de acúleos (PA); massa seca das folhas; teor; e rendimento de óleo essêncial. Foi observada variabilidade fenotípica entre os acessos da coleção de L. camara para todas as características morfológicas quantitativas e agronômicas analisadas. As médias variaram de 4,91 a 6,90cm para o comprimento das folhas; de 2,81 a 5,03cm para a largura da folha; de 1,32 a 1,87 para a relação comprimento / largura da folha; de 9,59 a 22,98 mm2 para a área foliar; de 99,00 a 215,00cm para o diâmetro da copa; 85,67 a 214,33cm para altura da planta; e de 1,08 a 2,43cm para o diâmetro do caule. A maioria dos acessos apresentou hábito de crescimento ereto. O número médio de flores por inflorescência variou de 12 a 38 flores. Para as características agronômicas, observamos que a massa seca variou de 49,86 a 649,04 g.planta-1. O teor médio de óleo essencial variou de 0,13 a 0,26% e rendimento entre 0,10 e 1,55 mL.planta-1. A partir das análises foram destacadas divergências entre os acessos, com a formação de quatro grupos, sendo esses: Grupo 1, com dez acessos: LAC-001, LAC-002, LAC-003, LAC-011, LAC-013, LAC-016, LAC-017 e LAC-025, LAC-028 e LAC-036 Grupo 2, com seis acessos: LAC-004, LAC-019, LAC-021, LAC-027, LAC-034 e LAC-035; Grupo 3, com três acessos: LAC-007, LAC-012, e LAC-040; e Grupo 4, com três acessos: LAC-018, LAC-037 e LAC-038. Os acessos fenotípicos mais divergentes foram LAC-001 (São Cristóvão) e LAC-038 (Moita Bonita) e os com menor divergência foram LAC-004 (Itaporanga D'ajuda) e LAC-019 (Siriri). Assim, observou-se a variabilidade morfoagronômica entre os 22 acessos de L. camara e que as variáveis foram eficientes para diferenciar os acessos e sugerem a existência de variabilidade genética entre elas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Interno - 052.892.806-69 - DANIELA APARECIDA DE CASTRO NIZIO
Externo à Instituição - JOSÉ MAGNO QUEIROZ LUZ

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e