UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA KARLLA MESSIAS BAPTISTA
20/07/2020 08:15


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA KARLLA MESSIAS BAPTISTA
DATA: 23/07/2020
HORA: 14:00
LOCAL: WebConferência
TÍTULO: KANTAYENI: CARTILHA DIGITAL INTERATIVA DO ENSINO DE HISTÒRIA AFRO FEMINISTA.
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de História, Feminismo Negro, Cartilha Interativa
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
SUBÁREA: História do Brasil
ESPECIALIDADE: História Regional do Brasil
RESUMO:

Este trabalho tem como proposta a elaboração de uma Cartilha Digital de Ensino de História Afro-feminista, cujo objetivo é auxiliar os professores nas práticas pedagógicas que sejam significativas na valorização da diversidade étnico cultural e antirracista no cotidiano escolar, contribuindo para a efetivação da Lei 10.639/2003. O foco principal está na elaboração de metodologias inovadoras que problematizem, representem, debatam e contextualizem a etnia negra a partir de estratégias que evidenciem o papel da mulher negra na sociedade, difundindo sua voz e protagonismo nos espaços sociais diferentemente dos estereótipos ainda abordados nos livros didáticos. As atividades da cartilha foram organizadas através do Grupo de Estudos Tereza de Benguela situado na Escola Djalma Matheus Santana, Arapiraca-Alagoas, composto por alunas das séries finais do Ensino Fundamental, realizando debates, trocas de experiências cotidianas, análises de imagens em oficinas artísticas e produção textual que serviram de suporte pedagógico para que a valorização da identidade afro-feminista seja vista sob o prisma da criticidade e do empoderamento nas alunas. Cartilha digital utilizará QR Codes e Podcasts que direcionará à vídeos e demais perspectivas interativas. Sob esse aspecto a metodologia qualitativa e experimental, desenvolverá produto e processo. Assim, o projeto constitui-se como um viés para que outros docentes possam redimensionar suas práticas no sentido de um “fazer histórico” ressignificado nas práticas cotidianas e na integração de saberes onde as questões da diversidade sirvam de instrumento para o ensino-aprendizagem e também como reflexão crítica do contexto socioeconômico, político e cultural das alunas. Autoras negras como Suely Carneiro, bel hooks, Djamila Ribeiro e Angela Davis norteiam o quadro teórico do projeto.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1687926 - JANAINA CARDOSO DE MELLO
Interno - 1698052 - MARIZETE LUCINI
Externo ao Programa - 1694589 - ALESSANDRA CORRÊA DE SOUZA
Externo à Instituição - PÂMELLA PASSOS DOS SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e