UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 19 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: CARLOS TADEU SANTANA TATUM
06/07/2020 19:21


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS TADEU SANTANA TATUM
DATA: 07/07/2020
HORA: 09:00
LOCAL: meet.google.com/ran-bxde-vfx
TÍTULO: MODELO FRUGAL À GERAÇÃO DE ATIVOS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL
PALAVRAS-CHAVES: Inovação Frugal; Propriedade Intelectual; Hélice-Tríplice; Transferência de Tecnologia.
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A inovação frugal de primeira geração com origem do jugaad indiano buscava atender necessidades de povos emergentes, caracterizando-se por solucionar problemas de forma ágil e com foco no problema, sendo rapidamente vista como um meio de “pensar fora da caixa”, utilizando-se de recursos limitados. Neste contexto, pesquisadores perceberam que essa forma de pensar poderia ser aplicada às organizações formais, demonstrando ser capaz de alcançar engenhosidades com menos recursos, alcançando a máxima desse modelo de inovação quando reduzida à expressão “fazer mais com menos”, e sendo desta vez, vista como uma ferramenta capaz de transformar problemas em soluções criativas, modeladas às cadeias produtivas com atenção à sustentabilidade, acessível, escalável, fácil de usar com design minimalista e maior foco na função, dispensando o supérfluo e, principalmente, minimizando custos em todo processo. Dentre os aspectos desses atributos híbridos às inovações, verificou-se lacuna aplicada ao modelo da hélice-tríplice em que a força de agente moderador associada às fontes de conhecimentos pudesse conduzir inovações com fatores de sucesso ao processo de transferência tecnológica. Para atingir essas condições estudou-se o comportamento das redes de cooperação universidade-empresa, mapeamentos tecnológicos em países emergentes e as relações de conhecimento e inovação nestes mesmos países, e uma análise da percepção de pesquisadores-inventores que fazem parte de grupos de pesquisa de universidades federais que apresentam patentes em colaboração com empresas e pesquisadores em outros institutos nacionais e estrangeiros, ora com apoio de empresas, ora com universidades internacionais, ressaltando o papel das redes de colaboração na aliança pela inovação. Na metodologia da tese à geração do modelo intitulado por FRUGAPI, realizou-se um estudo de casos múltiplos com abordagem mista apoiada pelo método survey, utilizando-se de fundamentos teóricos, principalmente por artigos indexados na base Capes com utilização da ferramenta SmartPls. Nos índices de inovações e conhecimentos, verificaram-se que os países apresentaram índices positivos de crescimento, denotando um esforço geral para se manterem ativamente na era do conhecimento e da inovação. No mapeamento tecnológico, verificou-se um crescente índice nos registros de proteção intelectual às patentes dos países emergentes e um esforço para melhoria na qualidade dos serviços dos escritórios oficiais dessas nações, a fim de manterem uma disponibilidade equacionada às suas demandas. A produção científica nas engenharias evoluiu significativamente com forte tendência (R²=0,801) e o quadro de formação das parcerias na hélice-tríplice resultou num ganho nacional para inovação. O estudo perceptivo dos inventores quanto a inovação e proteção intelectual identificou o reconhecimento do papel dos Núcleos de Inovação Tecnológica das Universidades como meio de apoio à inovação, assim como agentes moderadores, a exemplo de entidades associadas que fazem um papel relevante no mecanismo motriz à inovação, auxiliando na ligação da Universidade-Empresa-Governo e proteção à propriedade intelectual. O modelo FRUGAPI como gerador às inovações, tornou-se apropriado, alimentado por fontes de conhecimento com atributos híbridos da inovação frugal, que a partir da hélice-tríplice mediada por agentes moderadores podem alcançar transferência tecnológica eficazmente às cadeias produtivas. Portanto, pode-se afirmar que foi cumprida a criação do modelo conceitual que viabilize de forma sistemática parcerias e esforços para geração de inovação entre atores da hélice-tríplice, levando-se em conta desde sua petição até a transferência de tecnologia e aplicação mercadológica, fundamentando-se na hipótese que a partilha de esforços e recursos controlados por um ambiente sistematizado de informações, permite aos atores da hélice-tríplice promoverem um maior desenvolvimento à geração de ativos tecnológicos a Propriedade Intelectual.

MODELO FRUGAL PARA ATIVOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2527554 - HENDRIK TEIXEIRA MACEDO
Interno - 469.525.940-00 - JONAS PEDRO FABRIS
Externo à Instituição - LUIS FELIPE DIAS LOPES
Interno - 285.033.170-87 - MARIA EMILIA CAMARGO
Presidente - 380.837.950-20 - SUZANA LEITAO RUSSO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e