UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: EDERLAINE ARAUJO DOS SANTOS
01/07/2020 09:45


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDERLAINE ARAUJO DOS SANTOS
DATA: 17/07/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Webconferência
TÍTULO: INTERFERÊNCIAS DE PROCESSOS FONOLÓGICOS NA ESCRITA: UM ESTUDO SOBRE A PRESENÇA DA DITONGAÇÃO NA ESCRITA DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Ditongação; Escrita; Ortografia.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Neste trabalho desenvolvemos um estudo sobre o processo fonológico da ditongação na escrita de alunos do 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública estadual situada no município de Areia Branca-SE. Sabemos que os fenômenos fonológicos na fala são mais espontâneos e não implicam em avaliações, porém na escrita eles são apontados como erros ortográficos e são frequentemente fontes de discriminação e censura. A constatação da presença da ditongação na escrita dos alunos aqui já mencionados leva-nos à reflexão sobre o que estaria motivando essa ocorrência. Acreditamos na hipótese de interferência da oralidade na escrita. O objetivo geral deste trabalho é investigar a ocorrência da ditongação na escrita desses alunos. Como objetivos específicos, tem-se: examinar os fatores linguísticos e extralinguísticos que podem estar favorecendo para o surgimento desse fenômeno na escrita; identificar em quais palavras a ditongação aparece com mais frequência entre os alunos acompanhados e perceber qual a relação entre esse fenômeno na escrita e na fala desses indivíduos. Entre os principais autores aos quais buscamos suporte para fundamentar esta pesquisa estão Cagliari (2002), Morais (2001; 2009), Bortoni-Ricardo (2004; 2005), Callou e Leite (2005), Bagno (2007), Seara (2019), Melo (2015), Silva T. (2019), Soares (2020), entre outros. Esses autores fornecem-nos amplas contribuições no que concerne à ortografia, à fonética, à fonologia, aos processos fonológicos e à variação linguística. Essa pesquisa-ação é de cunho quanti-qualitativa e a coleta de dados se deu a partir da aplicação de uma atividade que contemplava a escrita de nomes de figuras. De posse desse material foi possível identificar os processos fonológicos presentes na escrita dos participantes e escolher aquele que apresentou um maior número de ocorrências- a ditongação. O produto consiste na criação de uma caixa lúdica nomeada “caixa da ditongação”, que contém quatro jogos que promovem a escrita de palavras que favorecem a ditongação. Desse modo, compreendemos a relevância desse estudo bem como do produto educacional para o tratamento do fenômeno da ditongação de forma lúdica, auxiliando o professor a trabalhar as normas ortográficas sob uma nova perspectiva de ensino.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2883246 - DENSON ANDRE PEREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - FERNANDO AUGUSTO DE LIMA DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1871691 - VANESSA GONZAGA NUNES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2