UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ESDRAS ANTUNES DO NASCIMENTO
16/06/2020 08:51


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ESDRAS ANTUNES DO NASCIMENTO
DATA: 09/07/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Via onlide
TÍTULO: RELACIONAMENTOS INTERORGANIZACIONAIS COMO INFLUENCIADORES NA INDICAÇÃO GEOGRÁFICA
PALAVRAS-CHAVES: Cadeia Produtiva. Redes. Estratégia. Indicação Geográfica.
PÁGINAS: 188
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Empresas
ESPECIALIDADE: Mercadologia
RESUMO:

As redes de empresas constituem-se como novas formas organizacionais caracterizadas por relações de cooperação que possibilitam às empresas desenvolverem de forma rápida novos aprendizados, incrementando o seu poder de competitividade e, consequentemente, suscitando novas oportunidades de negócios. As estratégias de cooperação pautadas nos relacionamentos interorganizacionais são importantes, também, para o fortalecimento de cadeias produtivas e para o desenvolvimento regional. Nesse sentido, as pequenas e médias empresas têm se despertado para as vantagens competitivas oriundas desses tipos de configuração, a partir da soma de esforços provenientes das economias externas locais e das ações conjuntas dos atores, observando as situações e tendências verificadas no mercado, como as preferências dos consumidores por alimentos atrelados aos critérios de qualidade diferenciada e confiabilidade dos produtos em detrimento de aspectos geográficos. Teoria: Por sua vez, a literatura evidencia que a formação de redes de cooperação é um processo que envolve o estabelecimento de relações altamente coordenadas, constituídas no nível organizacional e interorganizacional, em um processo que envolve a participação ativa de múltiplos atores por meio das suas interações (socializações e mobilizações). Essas interações reproduzem valor para as relações sociais (parcerias consistentes), bem como estabelece níveis de centralidade (Degree), intermediação (Betweenness) e proximidade (Closeness) dos atores na rede, influenciando na realização de atividades conjuntas por objetivos comuns, como a construção da indicação geográfica. Objetivo: Assim a presente pesquisa tem por objetivo analisar os aspectos organizacionais e interorganizacionais, relacionados a formação da rede e a criação de valor nos relacionamentos, evidenciando a influência desses aspectos na construção da indicação geográfica. Metodologia: Para tanto, adota-se o método qualitativo de investigação ao compreender que as estratégias de cooperação em rede são construídas pela interação dinâmica de múltiplos atores através dos relacionamentos interorganizacionais. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva sob o viés interpretativista. Quanto a estratégia de pesquisa, será adotado o estudo de caso, a ser conduzido por meio do protocolo de estudo de caso, com o estabelecimento de regras e procedimentos a serem seguidos no trabalho de campo (critério de confiabilidade). As fontes de evidências serão coletadas por meio de três técnicas, a pesquisa documental, as observações diretas e as entrevistas semiestruturadas e por pauta, verificadas a partir do local onde acontecem as relações sociais, dos atores, dos eventos e dos processos (triangulação de dados). O método de tratamento dos dados será aplicado a partir da análise de conteúdo (software Atlas.ti®), revelando as descrições, inferências e interpretações das comunicações coletadas, bem como da análise descritiva das redes sociais (softwares Ucinet® e Netdraw®), indicando estatisticamente as interações entre atores sociais (nós, vínculos e fluxos) para fins de análise da densidade e centralidade da rede. O relatório final do estudo de caso será submetido para validação por membros-chave da rede (critério de validade). Contribuições: O estudo visa contribuir com a construção de insights teóricos evidenciando de que maneira as preocupações de pesquisadores e teóricos relacionados ao tema pesquisado se apresentam no caso empírico, suscitando questões e apontando proposições para investigação posterior.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1305647 - ROSANGELA SARMENTO SILVA
Interno - 2026687 - LUDMILLA MEYER MONTENEGRO
Externo à Instituição - MARCOS ANTONIO GASPAR

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5