UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: ALEXANDRO DE OLIVEIRA ANDRADE
13/05/2020 12:43


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALEXANDRO DE OLIVEIRA ANDRADE
DATA: 22/05/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: ESTUDO SOBRE AS CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS DOS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS APÓS O FECHAMENTO DOS LIXÕES: CASO LIXÃO DA FAZENDA SERGIPE NA CIDADE DE LARANJEIRAS-SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Catadores de Materiais Recicláveis. Educação. Precarização. Renda. Trabalho Marginal.
PÁGINAS: 117
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Com o fechamento dos lixões, a partir do que preconiza a lei de resíduos sólidos (Lei nº 12.305/2010) surgiu um impasse, tirar esses indivíduos do ambiente insalubre dos lixões era necessário, por ser primordialmente uma condição de dignidade humana à qual estas pessoas estariam alijadas, por outro lado esse era o local de “trabalho” informal, mas a única forma de sustento para a maioria destas pessoas. Como recorte o objetivo geral da presente dissertação foi analisar as supostas alterações das condições socioeconômicas dos catadores de materiais recicláveis após este fechamento dos lixões. Dessa forma, foram analisados os aspectos sociais, educacionais e econômicos que forçaram os catadores de materiais recicláveis da cidade de Laranjeiras e os levaram a exercer este ofício precário e considerado marginalizado pela sociedade. Quanto a metodologia foi realizado um estudo de caso de natureza qualitativa através de um questionário aplicado aos catadores de materiais recicláveis da cidade de Laranjeiras. Foram analisadas na base teórica da dissertação as principais causas da precarização do trabalho na atualidade, considerando principalmente as teorias marxistas, estruturalistas e os ensaios sobre o reflexo da 4º revolução industrial sobre o emprego. Como principais conclusões ficou comprovada a hipótese inicial que intuía existir desorganização governamental local, dificuldade de mobilização do grupo de catadores e carência de recursos financeiros para a regulamentação e implantação de espaços para a seleção, triagem e reaproveitamento dos resíduos sólidos. Com relação ao fator renda familiar ficou patente com a análise dos dados que a mesma sofreu um decréscimo médio de 2/3, ou seja, uma perda de 66% médio dos rendimentos que os catadores aferiam na época, ou seja, o fim das atividades no lixão embora seja altamente benéfico sob o prisma da questão ambiental, criou um drama humano, com a precarização e agravamento da situação social e econômica destes agentes. A pesquisa também demonstrou existir uma relação direta entre o nível educacional do indivíduo e sua saída do mercado formal, quanto menor o nível educacional mais ele está predisposto a ter menos acesso aos empregos na economia formal.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3359639 - IVAN FONTES BARBOSA
Interno - 1494768 - MARCELO ALARIO ENNES
Externo ao Programa - 2208458 - NAILSA MARIA SOUZA ARAUJO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307