UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: KARINA GARCIA SANTOS CRUZ
08/04/2020 08:55


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KARINA GARCIA SANTOS CRUZ
DATA: 17/04/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: CARREIRA DE MODELO: FORMATOS DE IMERSÃO, HABILIDADES PROFISSIONAIS E RECURSOS DE ASCENSÃO.
PALAVRAS-CHAVES: mundo da moda; carreira de modelo; sociologia dos grupos profissionais; mulheres no mercado de trabalho.
PÁGINAS: 223
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Esta pesquisa se sustenta na tese de que, através do estudo da carreira de modelo, é possível descortinar uma miríade de fenômenos referentes à investigação sobre ofícios femininos, à influência direta do Patriarcado e das instituições religiosas sobre o controle das capacitações femininas, de como estes acordos limitaram a inserção da mulher nas participações da economia produtiva e disputa pelos direitos equitativos, ao controle do corpo feminino, à subcondição das mulheres nos mais diversos âmbitos que compõem a cadeia deste universo, em sentido paradoxal, como proporcionou a limitada liberdade de ingresso no Mercado de Trabalho. O enfoque na carreira de modelo, mais especificamente, o objetivo preponderante de compreensão das razões de inserção do grupo feminino no mundo da moda, as estratégias e desenvolvimento das habilidades de permanência e consagração, funde-se de maneira relacional com as abordagens mencionadas para a explicação do processo de inserção da mulher no Mercado de Trabalho, da introjeção dos códigos simbólicos para o desenvolvimento profissional, elaboração de estratégias de desvios de situações de riscos, entre outros. Em virtude destas razões, a pesquisa trata, num primeiro momento, das tradições geradas na Sociologia dos Grupos Profissionais com enfoque no diálogo com a carreira de modelo, do processo de inserção da mulher no Mercado de Trabalho com ênfase na influência Patriarcal, do engajamento feminino e processo de emancipação. O segundo momento concentra-se na relação entre o corpo e a roupa, os símbolos de poder e status que unem, identificam e segregam das classes sociais, nos dispositivos de controle dos corpos femininos, na participação subalterna das mulheres na fabricação das roupas, nos casos de exploração da mão-de-obra feminina. O terceiro momento analisa as intersecções ocorridas entre a moda e os universos da arte, do consumo, na formação dos padrões de beleza. Atenta-se à leitura e interpretação das simbologias, ao capitalismo de moda, ao processo plástico das alterações do corpo feminino para se enquadrar ao corpo da moda. O quarto momento analisa especificamente as agências, compreendidas como responsáveis pela transmissão das aprendizagens e desenvolvimento das modelos, ilustra o formato de organização, divisão das atuações profissionais, a gramática e deontologia das práticas que produzem este mundo. Analisa como se orquestram as atividades no mundo ilícito, o submundo das modelos que faz fronteira com a prostituição de luxo. O quinto momento apresenta a composição do universo empírico constituído por modelos que possuem posições e experiências variadas na profissão. Através de entrevistas, observações, anotações no diário de campo, documentários e leituras sobre a carreira, são obtidos e analisados os resultados das questões cruciais que motivaram este trabalho de investigação, relativas às razões de inserção, às estratégias e habilidades de manutenção e ascensão. Entre os resultados, destaco a imersão do público feminino motivada por razões da produção do fetiche profissional, pelas redes de amizade; a permanência da carreira por variáveis que envolvem domínio dos códigos simbólicos, da hexis corporal, do carisma, da competência do uso das Tecnologias de Comunicação e Informação (TICs) e redes sociais para a construção do portfólio e marketing pessoal, estratégias de desvios de situações de risco; e ascensão com centralidade para a internacionalização por meio de aquisição do aprendizado da língua estrangeira, com efoque no inglês, além da soma dos recursos sociais adquiridos durante a trajetória da socialização profissional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1523397 - FERNANDA RIOS PETRARCA
Externo ao Programa - 1362715 - LUIZ GUSTAVO PEREIRA DE SOUZA CORREIA
Interno - 1494768 - MARCELO ALARIO ENNES
Externo à Instituição - Marcos César Alvarez
Interno - 2454411 - VILMA SOARES DE LIMA BARBOSA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5