UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 05 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: VINICIUS SILVA VARANDAS
17/02/2020 10:00


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VINICIUS SILVA VARANDAS
DATA: 18/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Mini Auditório do CCET UFS
TÍTULO: PURIFICAÇÃO DE CELULASE DE Aspergillus niger UTILIZANDO SISTEMA BIFÁSICO AQUOSO PEG/CITRATO E APLICAÇÃO EM HIDRÓLISE
PALAVRAS-CHAVES: Celulase; purificação; hidrólise.
PÁGINAS: 91
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Operações de Separação e Mistura
RESUMO:

A partição e purificação de celulases do complexo celulolítico produzido por Aspergillus niger foram analisadas em sistema bifásico aquoso (SAB) PEG/Citrato. Um estudo de otimização foi realizado com um planejamento fatorial 33, utilizando como variáveis independentes a massa molar de polietilenoglicol (MMPEG), comprimento de tie-line (TLL) e razão de volume (Vr), para analisar a partição e purificação do complexo composto por endoglucanase (CMCase) e celulase total (FPase). CMCase particionou-se preferencialmente na fase inferior (rica em sal), apresentando um coeficiente de partição (KCMCase) de 0,31, fator de purificação (PFb) de 7,73 e rendimento de recuperação (Yb) de 90,69 %, em condições de PEG 6000 g/mol, Vr de 0,25 e TLL de 32,3. A CMCase particionou-se principalmente na fase rica em sal em virtude da hidrofilicidade da superfície da enzima. A FPase particionou-se preferencialmente na fase superior (rica em polímero), apresentando como melhores resultados um coeficiente de partição (KFPase) de 2,69, rendimento de recuperação (Yt) de 86,79 % e fator de purificação (PFt) de 2,80, em condições operacionais de MMPEG 4000 g/mol, Vr de 0,75 e TLL de 32,3. De forma geral, o presente estudo sugere que sistema bifásico aquoso PEG/Citrato é uma potencial estratégia para a purificação de celulases extracelulares.

As celulases são enzimas de alto valor agregado no mercado em virtude de atuarem em sinergia para a liberação de açúcares, dos quais, glicose, é o que desperta maior interesse industrial. Entretanto, o alto custo de produção e purificação dessas enzimas é um fator limitante ao desenvolvimento dessa tecnologia. O objetivo deste estudo foi purificar celulase de Aspergillus niger em sistema bifásico aquoso (SAB) PEG/citrato visando à aplicação em hidrólise de biomassa lignocelulósica. A determinação dos dados do equilíbrio liquido-líquido dos sistemas PEG/Citrato mostrou que as metodologias empregadas foram eficientes na caracterização dos mesmos, onde foi possível verificar que as tie-lines dos diagramas de fases eram praticamente paralelas, podendo-se obter coeficientes angulares médios para cada sistema. Através dos dados do equilíbrio, foi construído um planejamento fatorial 33 com massa molar do PEG, razão de volume (Vr) e comprimento de tie-line (TLL) como variáveis independentes. A purificação da CMCase demonstrou que a mesma foi particionada preferencialmente na fase inferior (rica em sal), apresentando um coeficiente de partição mínimo de 0,31, fator de purificação de 7,73 e rendimento de recuperação de 90,69%. As condições operacionais que levaram a este ótimo foram com PEG 6000, razão de volume de 0,25 e TLL de 32,3, sendo essas duas últimas as variáveis que mais influenciaram estatisticamente na partição da enzima. Assim como as demais proteínas, a FPase particionou-se preferencialmente na fase superior (rica em polímero), apresentando como ponto ótimo um coeficiente de partição de 2,69, rendimento de recuperação de 86,79 % e fator de purificação de 2,80, em condições operacionais de PEG 4000, razão de volume de 0,75 e TLL de 32,3. Os resíduos de folhas mostram-se viáveis tanto para a produção de enzima quanto para a produção de açúcares fermentescíveis. Na hidrólise desta biomassa lignocelulósica, a celulase purificada possibilitou uma concentração final de 6,07 g/L de glicose no meio reacional e produtividade máxima de 0,872 g/L.h frente a 4,89 g/L e 0,650 g/L.h obtidas utilizando o extrato bruto, o que demonstra que a purificação das celulases nos SABs é uma importante estratégia na recuperação da enzima sem provocar perda de atividade catalítica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Interno - 1307447 - PAULO HENRIQUE LEITE QUINTELA
Externo ao Programa - 2193695 - JEFFERSON ARLEN FREITAS
Externo à Instituição - DIEGO DE FREITAS COELHO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5