UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 27 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JAIR DOS SANTOS XAVIER
12/02/2020 09:30


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JAIR DOS SANTOS XAVIER
DATA: 27/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula do PPGS
TÍTULO: SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL: UM REFERENCIAL POLÍTICO NO COMBATE À POBREZA
PALAVRAS-CHAVES: Estado, Política Pública, Segurança Alimentar e Nutricional
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

A pesquisa aqui desenvolvida é resultado de um interesse maior em analisar sociologicamente o fenômeno de implementação das políticas públicas. Propondo assim não se enquadrar em uma perspectiva pragmática e funcionalista, de avaliar o funcionamento e eficácia de uma determinada política pública. Trata-se na verdade, de uma pesquisa dentro da área da Sociologia Política, dedicando-se a compreender as configurações do Estado brasileiro e suas relações com a Sociedade. Partindo dessa perspectiva, toda discussão em torno da Segurança Alimentar e Nutricional, apresenta-se como uma discussão que permeia as ações de combate à pobreza e desigualdades sociais. Essa preocupação se amplifica com os últimos indicadores de aumento da condição de pobreza populacional e o gradativo retorno aos quadros de fome no Brasil, indicadores esses anteriormente já ultrapassados, em outros cenários políticos. A política pública de Segurança Alimentar e Nutricional – SAN no município de Aracaju - SE, mostra-se como objeto e campo de toda pesquisa, no sentido de sua idealização e execução apresentar-se, como um recurso estatal, capaz de promover ações, em torno de uma causa pública de combate à fome e a insegurança alimentar. Para apreender esse conjunto de relações, este trabalho faz uso de uma metodologia qualitativa de cunho relacional, perpassando a análise documental, observação e entrevistas, junto a membros, tanto da Sociedade civil; conselheiros gestores, acadêmicos e profissionais da área; quanto do Estado; acompanhando o trabalho da Secretaria Municipal de Assistência Social da cidade de Aracaju - SE. No intuito de apreender as relações que constituem a os repertórios de interação entre Estado e Sociedade civil, a partir da ótica de formação dos referenciais ideológicos e políticos. Além disso essa discussão em torno da SAN, permite compreender que a fome e as situações de insegurança alimentar são socialmente construídas. Como dito por Josué de Castro (1984) “A fome não é um fenômeno natural, é um fenômeno social, produto de estruturas econômicas defeituosas”.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1195417 - WILSON JOSE FERREIRA DE OLIVEIRA
Interno - 3359639 - IVAN FONTES BARBOSA
Externo à Instituição - VERONICA TEIXEIRA MARQUES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5