UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 16 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: TRACY ANNE CRUZ AQUINO
12/02/2020 14:18


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TRACY ANNE CRUZ AQUINO
DATA: 19/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: LAF
TÍTULO: POTENCIAL BIOATIVO DOS RESÍDUOS DE SAPOTI (Manilkara zapota (L.) P. Royen) E ELABORAÇÃO DE BEBIDAS FERMENTADAS DE POLPA DE SAPOTI
PALAVRAS-CHAVES: SAPOTI, BIOTECNOLOGIA
PÁGINAS: 91
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Tecnologia de Alimentos
RESUMO:

O sapoti (Manilkara zapota (L.) P. Royen) é um fruto exótico, nativo do sul do México e da América central, que se adaptou aos países tropicais e encontra no nordeste do Brasil excelentes condições para seu desenvolvimento e produção. O desenvolvimento de novos produtos como alternativa para o aproveitamento de frutas, bem como a extração de compostos de interesse industrial em extratos de polpa e resíduos tem sido estudado ao longo dos anos. Desta forma, este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial bioativo de extratos da casca e semente do sapoti obtidos por maceração e ultrassom e elaborar diferentes formulações de bebidas fermentadas utilizando a polpa de sapoti. Os maiores teores de compostos fenólicos foram obtidos no extrato de casca em metanol 50% por maceração (234,32 mg EAG/100g seca de resíduo) e no extrato de semente em metanol 80% por ultrassom (65,28 mg EAG/100g seca de resíduo), o qual também demonstrou maior atividade antioxidante pelo método ABTS (702,3 μM de Trolox/g de resíduo). Em relação aos flavonoides totais os maiores teores foram no extrato de casca em etanol 80% por ultrassom (90,85 mg QCE/100g) e no extrato de semente em etanol 80% por maceração (50,39 mg QCE/100g). Sete compostos polifenólicos foram identificados e quantificados por cromatografia líquida nos extratos selecionados, sendo o ácido gálico o composto majoritário encontrado. Nas diferentes formulações do fermentado de sapoti foram identificados 85 compostos voláteis, sendo 3-Metil-1-butanol, 2-Feniletanol e Etilbenzoato os compostos majoritários (13.007,99; 8.439,79 e 4.990,94 µg/kg, respectivamente). A produção destes compostos foi otimizada pela metodologia de superfície de resposta sendo o teor de sólidos solúveis do meio fermentativo e a concentração de inóculo os parâmetros mais significativos. Os resíduos de sapoti demonstraram potencial como fonte de compostos bioativos e a polpa de sapoti como uma alternativa para a obtenção de bebidas fermentadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2505573 - LUCIANA CRISTINA LINS DE AQUINO SANTANA
Interno - 3146747 - MARIA TEREZINHA SANTOS LEITE NETA
Externo à Instituição - ANA VERUSKA CRUZ DA SILVA MUNIZ

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b