UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: JOSÉ LEILTON VILANOVA JÚNIOR
11/02/2020 09:26


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ LEILTON VILANOVA JÚNIOR
DATA: 21/02/2020
HORA: 08:00
LOCAL: Sala 6, bloco A, do Departamento de Biologia da UFS
TÍTULO: Influência de fatores históricos e ecológicos sobre a estruturação de uma taxocenose de lagartos em uma área de Caatinga hipoxerófila do Brasil.
PALAVRAS-CHAVES: Dieta, espaço, fatores ecológicos, fatores históricos, competição, ecologia de comunidade.
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia de Ecossistemas
RESUMO:

Diversos elementos podem influenciar as dinâmicas dentro de uma taxocenose, sejam eles de natureza estocástica ou determinística. Do ponto de vista determinístico, a estruturação pode ser resultado da atuação de fatores contemporâneos e, também, um reflexo das diferenças na história evolutiva entre as linhagens que a compõem. Sendo assim, o objetivo deste projeto foi inventariar a riqueza e analisar a estrutura trófica e espacial de uma taxocenose de lagartos na Serra dos Macacos, Tobias Barreto, Sergipe e sua relação com fatores históricos e ecológicos. Os dados foram tomados entre os meses de março e setembro de 2020, em um total de quatro campanhas com duração de 14 dias, cada. Os lagartos foram capturados por meio de armadilhas (pitfalls e glue traps) e busca ativa. Para todos os indivíduos observados e/ou coletados foram registradas informações do microhabitat e os espécimes coletados tiveram seus tratos digestivos retirados para análise da dieta. Algumas características estruturais dos microhabitats ao redor das pitfalls foram mensuradas relacionadas à abundância das espécies capturadas. Foram registradas 16 espécies de lagartos, pertencentes a dez famílias. As espécies mais abundantes para a área de estudo foram A. ocellifera, T. hispidus e T. semitaeniatus. Apenas A. ocellifera e G. geckoides apresentaram relações significativas com algumas das variáveis ambientais avaliadas. A análise de pseudocomunidades indicou que a taxocenose está estruturada apenas para o nicho trófico, enquanto que a Análise de Componentes Principais filogenéticos detectou influência de ambos fatores ecológicos e históricos, sendo este último o mais proeminente em ambos nichos alimentar e espacial. Os resultados deste trabalho demonstram que diferentes linhagens de lagartos podem responder de formas distintas às pressões ambientais, denotando a importância de considerar ambos os fatores (ecológicos e históricos) nas interpretações sobre os determinantes para organização das taxocenoses. Dessa forma, o desenvolvimento de métodos filogenéticos que visem mensurar tais efeitos em escala local e sua utilização em diferentes comunidades são essenciais para elucidar os padrões que emergem da complexa sinergia entre fatores históricos e ecológicos, e assim facilitar a generalização e formulação de teorias mais consistentes em escalas maiores.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1819383 - ADRIANA BOCCHIGLIERI
Externo à Instituição - DANIEL OLIVEIRA MESQUITA
Presidente - 1543186 - RENATO GOMES FARIA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9