UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: CAIO BERNARDO SANTOS ALMEIDA
03/02/2020 10:11


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAIO BERNARDO SANTOS ALMEIDA
DATA: 21/02/2020
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 47 do Bloco Departamental do CCSA2- Sala 47- PROPADM
TÍTULO: MODELO EXPLICATIVO PARA INTENÇÃO DE USO DE FINTECHS: UM ESTUDO SOBRE A PERSPECTIVA DOS CONSUMIDORES BRASILEIROS DAS GERAÇÕES Y E Z
PALAVRAS-CHAVES: Atitude. Fintech. Inovação. Intenção de uso.
PÁGINAS: 91
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
RESUMO:

O termo fintech, embora já seja conhecido há um certo tempo no exterior, ainda éconsiderado recente no contexto brasileiro, consistindo em startups da área financeira.A presente pesquisa teve como objetivo verificar a influência de atributos do indivíduoreferentes à inovação e de variáveis perceptivas sobre a intenção de uso de fintechs porconsumidores brasileiros das gerações Y e Z, usuários e não usuários dessa plataforma.A pretensão de investigar estas categorias de consumidores justifica-se perante anecessidade de ter uma perspectiva dos que já utilizam esses agentes financeiros, mastambém para compreender os fatores responsáveis pela intenção ou não de uso, pormeio do modelo teórico elaborado pelo autor e testado empiricamente, no qual buscou-se explicar a intenção de uso de fintechs a partir de variáveis relativas a característicasinovadoras (Inovatividade Inata e Domínio da Inovação Específica) e percepções dosconsumidores (Utilidade, Facilidade de uso), incluindo a influência do risco desegurança percebido. Trata-se de um estudo correlacional, com finalidades descritiva eexplicativa, de natureza quantitativa mediante um survey online com usuários e nãousuários de serviços de fintechs, totalizando 297 indivíduos das gerações Y e Z. Oinstrumento de Chauhan, Yadav e Choudhary (2019), utilizado originalmente empesquisa na Índia, foi adaptado com o acréscimo de alguns itens. Antes da aplicação doinstrumento de pesquisa na amostra, foram conduzidos procedimentos para verificaçãoda adequação teórica do instrumento ao contexto brasileiro (back translation, análisesemântica e análise de juízes), para a adequação e validação do instrumento napopulação do estudo. Os dados obtidos passaram por procedimentos exploratórios e deajuste por meio do programa software IBM SPSS Statistics v.20, além da análise dospressupostos básicos para a verificação da adequação ao modelo geral paramétrico(TABACHNICK; FIDELL, 2007). Foi testado o modelo teórico elaborado durante apesquisa, inspirado no modelo de Chauhan, Yadav e Choudhary (2019), por meio datécnica Path Analysis (Análise de Caminhos) no software AMOS v.22. O modelo finalapresentou um poder explicativo de 62% da intenção de uso de fintechs, após passar porajustes como a exclusão da variável Inovatividade Inata e a introdução de covariânciaentre as variáveis Utilidade Percebida e Facilidade de Uso Percebida. Concluiu-se queDomínio da Inovação Específica influencia consideravelmente a percepção de utilidadee de facilidade de uso de fintechs (β = 0,51, para ambos). Por sua vez, estes doisindicadores de percepção são os que mais influenciam na intenção de uso de fintechs,prevalecendo a contribuição explicativa de Utilidade Percebida (β = 0,35). Embora oRisco de Segurança Percebido quase não afete a intenção de uso desta ferramenta deinovação (β = -0,06), ele acusou uma relação inversa, conforme previsão do modeloteórico desta pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1224228 - MARIA CONCEICAO MELO SILVA LUFT
Interno - 1544923 - MARLEY ROSANA MELO DE ARAUJO
Externo à Instituição - MOISES ARAUJO ALMEIDA
Interno - 2501207 - VERUSCHKA VIEIRA FRANCA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5