UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: THIAGO ABNER DOS SANTOS SOUSA
31/01/2020 11:15


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO ABNER DOS SANTOS SOUSA
DATA: 17/02/2020
HORA: 13:30
LOCAL: Didática 7 sala 101 na UFS
TÍTULO: Efeito anti-hiperalgésico e anti-inflamatório da mobilização articular periférica na dor musculoesquelética.
PALAVRAS-CHAVES: Manipulações Musculoesqueléticas; Dor Musculoesquelética; Dor Crônica; Artrite
PÁGINAS: 82
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Introdução: Mobilização articular (MA) são movimentos passivos acessórios que visam a recuperação da artrocinemática e o alívio da dor musculoesquelética (DME). É desconhecida a diferença do efeito dos graus de pequena e grande amplitude da MA quanto à dor aguda e inflamação articular. Objetivos: 1) Analisar o risco de viés e a eficácia terapêutica em ensaios clínicos relacionados aos efeitos da MA associada ou não a outras terapias na DME crônica. 2) Investigar os efeitos anti-hiperalgésico e anti-inflamatório da MA de joelho em modelo experimental de inflamação articular em ratos. Método: 1) Busca sistemática de estudos em 12 bases de dados foi realizada por dois investigadores através da associação entre os descritores 'Musculoskeletal Manipulations', 'Chronic pain' e 'Musculoskeletal Pain'. Para avaliação do risco de viés dos estudos, foi utilizada a ferramenta da Cochrane Collaboration. 2) Estudo experimental em ratos machos (n=21) submetidos ao modelo experimental de inflamação articular aguda por injeção de Adjuvante Completo de Freud. Os animais foram alocados em 3 grupos: G1) MA grau I; G2) MA grau III e G3) controle (sem tratamento). O tratamento foi realizado com MA por 3 dias alternados. Foram avaliados o limiar mecânico de retirada da pata (analgesímetro digital) e o limiar mecânico de retirada articular (tweezer), temperatura média do joelho (termografia infravermelha), nos seguintes tempos: basal, 24 h após indução do modelo de inflamação, antes e após a aplicação da MA. Resultados: 1) Foram encontrados 6152 registros, dos quais 14 foram incluídos nesta revisão, abrangendo 812 participantes. A MA promoveu redução da dor em curto e longo prazos, melhora da amplitude de movimento, força muscular e função quando utilizada isoladamente ou em associação com a fisioterapia convencional. A maior parte dos estudos apresentou baixo risco quanto aos vieses de seleção, performance, detecção e relato. No item “outro viés”, apenas um estudo apresentou baixo risco e outro estudo apresentou risco incerto. 2) Foi observado menor limiar de retirada articular (p<0,001) e da pata (p≤0,024) e maior tempertaura média (p≤0,035) após indução do modelo. Após o 1º dia de tratamento, foi observado aumento do limiar de retirada articular (p≤0,046) e redução da temperatura média (p≤0,049). A MA III apresentou maior limiar de retirada articular no 1º dia quando comparado ao grupo MA I (p≤0,039). Aumento significativo do limiar de retirada articular (p≤0,046) e da pata (p=0,004) foi observado no 3º dia de tratamento em todos os grupos. Houve redução significativa da temperatura média da pata esquerda no dia D1a em relação aos dias D1d no grupo MA I e MA III (p≤0,049). Conclusão: A MA parece ser uma técnica eficaz para o tratamento das DME crônicas, e apresenta resultados benéficos para redução da dor quando aplicada isoladamente ou em associação com outras intervenções. Foi possível verificar que a MA III apresentou melhor efeito anti-hiperalgésico local e central e que ambos os graus de MA apresentaram um efeito anti-inflamatório, com melhor efeito observado na MA I.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1656787 - JOSIMARI MELO DE SANTANA
Externo à Instituição - LARISSA RESENDE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1921696 - MARCELA RALIN DE CARVALHO DEDA COSTA
Externo à Instituição - MARCELO ANDERSON BRACHT
Interno - 2137199 - PAULA SANTOS NUNES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5