UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: ELAINE SANTOS ANDRADE
28/01/2020 15:12


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELAINE SANTOS ANDRADE
DATA: 18/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Filosofia
TÍTULO: O FANZINE COMO DISPOSITIVO AUXILIAR NA INVESTIGAÇÃO DA APRENDIZAGEM HISTÓRICA
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de História. Aprendizagem Histórica. Progressão da Aprendizagem. Conceitos Substantivos e Meta-históricos. Fanzines.
PÁGINAS: 190
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

Esta investigação apresenta as reflexões e resultados extraídos na pesquisa desenvolvida no intuito de identificar e analisar as potencialidades do Fanzine como dispositivo auxiliar na investigação da Aprendizagem histórica no método de Aulas Oficinas (BARCA, 2004). O conceito de aprendizagem aqui em referência tem como substrato teórico e metodológico uma aprendizagem relacionada à formação das ideias históricas dos alunos tendo como base a perspectiva da Educação Histórica, em especial, da experiência concreta da cognição histórica situada (BARCA, 2007; SCHMIDT, 2009). Campo de estudo que numa compreensão do processo de construção do conhecimento divide os conceitos fundamentais em história em duas tipologias: Conceitos substantivos e conceitos de segunda ordem. Investigar de que forma estes conceitos estão sendo aprendidos na sala de aula pode contribuir para uma melhoria na progressão da aprendizagem histórica. Metodologicamente, em caráter qualitativo, confecciona-se e aplica um Roteiro de Aulas Oficinas que visem a produção de narrativas históricas em formato de Fanzines para responder à questão central: as aulas com fanzines possibilitaram aos sujeitos da pesquisa a uma maior capacidade de compreender e manejar conceitos na construção do conhecimento histórico? Os sujeitos da investigação são jovens estudantes pertencentes a uma turma de transição entre o 1° para o 2° ano do Ensino Médio em Tempo Integral. Para a análise teórica, utiliza-se as contribuições de autores que tomam como referência o próprio conhecimento histórico (ASHBY, LEE e SHEMILT, 2005; LEE, 2001, 2004, 2006; BARCA, 2001, 2004, 2005; COOPER; SCHMIDT e GAGO, 2005; CAINELLI e SCHIMIDT, 2011). Na categorização das ideias prévias utiliza-se as formulações de Lilian Castex (2008) e as contribuições de Gevaerd (2009) na análise das narrativas buscando identificar, após as oficinas, a ocorrência da progressão nas ideias dos alunos, na constituição de uma Literacia histórica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2542464 - FÁBIO ALVES DOS SANTOS
Interno - 8426714 - ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
Interno - 2872833 - LUCAS MIRANDA PINHEIRO
Externo à Instituição - AARON SENA CERQUEIRA REIS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e