UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSEANE SANTOS CRUZ
24/01/2020 15:45


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSEANE SANTOS CRUZ
DATA: 06/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Multiuso do PPEC no DBI/UFS
TÍTULO: Pistas envolvidas na manutenção de inquilinismo obrigatório em ninhos de cupins
PALAVRAS-CHAVES: coabitação, coexistência, Constrictotermes, Inquilinitermes, pistas
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia de Ecossistemas
RESUMO:

Insetos eussociais representam parceiros simbióticos altamente atraentes e podem consistir em interessantes modelos para estudos envolvendo a compreensão dos padrões de coexistência de espécies. Ninhos de insetos eussociais consistem em estruturas físicas construídas para a proteção da colônia, porém tornam-se atrativos para uma variedade de outros organismos. Espécies do gênero Inquilinitermes são inquilinos obrigatórios de cupins do gênero Constrictotermes. Estudos recentes têm mostrado que as estratégias desenvolvidas pelos inquilinos parecem envolver escape e redução de conflitos com os hospedeiros. No entanto, os aspectos ecológicos e evolutivos dessas interações ainda não foram totalmente elucidados. Neste projeto iremos avaliar possíveis mecanismos envolvidos na coexistência entre Constrictotermes sp. x Inquilinitermes sp. Para isso, iremos avaliar se a associação ocorre devido ao isolamento espacial entre Inquilinitermes sp. e/ou Constrictotermes sp., testando as hipóteses: (i) os parceiros são repelidos por suas fezes ou odores cuticulares e (ii) emitem vibrações quando se encontram, provocando evasão e segregação espacial. Também serão testadas hipóteses considerando que a associação ocorre devido à baixa agressividade: (iii) Constrictotermes sp. detecta menos os sinais de Inquilinitermes do que de outras espécies de cupins, e (iv) Constricotermes sp. e Inquilinitermes sp. não se reconhecem como estranhos devido à similaridade na composição de hidrocarbonetos cuticulares. Serão desenvolvidos bioensaios em condições de laboratório utilizando-se nove ninhos de Constrictotermes sp. em associação com Inquilinitermes sp. Os bioensaios consistirão no isolamento de pistas e testes de atração/ agressividade e na análise dos hidrocarbonetos cuticulares. Os resultados desse projeto podem contribuir para a compreensão dos padrões de coexistência local.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1861452 - ANA PAULA ALBANO ARAUJO
Externo à Instituição - PAULO FELLIPE CRISTALDO
Externo à Instituição - DANIELA FARIA FLORENCIO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9