UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: HORTÊNSIA BARBOSA PINTO
13/12/2019 11:36


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HORTÊNSIA BARBOSA PINTO
DATA: 19/12/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Sala de reuniões da Embrapa Semiárido
TÍTULO: Época de produção, composição química das uvas e potencial de aproveitamento de subprodutos da elaboração de suco em condições tropicais
PALAVRAS-CHAVES: Compostos fenólicos, kombucha, potencial funcional, qualidade, vitivinicultura tropical
PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Fisiologia Pós-Colheita
RESUMO:

A produção de uvas no Submédio do Vale do São Francisco atende ao consumo in natura, com volume relevante destinado à exportação, à produção de sucos e de vinhos. A composição das uvas se caracteriza por uma variedade de vitaminas, carotenoides e compostos fenólicos. Esses compostos podem ser influenciados pelas características genéticas, variações climáticas e tempo de amadurecimento. Desta forma, a viticultura tropical dessa região tem uma variabilidade intra-anual, o que significa que a produção de uvas sofre influências das condições climáticas distintas em relação ao período no qual são produzidas. Como consequência, os produtos e subprodutos do processamento também têm sua composição química afetada. Os subprodutos gerados da produção de vinícolas alcança milhões de toneladas anuais e são ricos em compostos bioativos. A viticultura e a indústria vinícola produzem grandes quantidades de resíduos representados basicamente por sementes, cascas e caules. Esses materiais podem conter compostos bioativos cuja propriedades biológicas são importantes para a saúde e qualidade de vida da população. Portanto, o seu aproveitamento para geração de novos produtos precisa ser melhor explorado. Um possível produto funcional que ganhou popularidade devido aos benefícios à saúde, é a kombucha, uma bebida fermentada que é uma associação de bactérias simbióticas e leveduras que formam o scooby, a base de chás em que podem ser agregados sabores. Portanto, o objetivo desse trabalho é caracterizar a influência das variações climáticas do Semiárido brasileiro associadas à época de produção de quatro variedades de uvas para suco na sua composição química e potencial antioxidante bem como dos subprodutos gerados no processamento ou seus derivados, como a kombucha. As amostras serão obtidas durante os meses de dezembro, março, maio e junho e serão realizadas análises físico-químicas (acidez titulável, ácido ascórbico, sólidos solúveis, compostos pécticos totais, polifenois totais, antocianinas totais e flavonoides amarelos), além de atividade antioxidante, pelos métodos DPPH e ABTS. O perfil e os teores compostos fenólicos específicos serão caracterizados por técnicas apropriadas. Por fim, será elaborado a kombucha, à base dos resíduos do processamento de suco de uva, caracterizando-se suas propriedades e composição.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 225.961.678-08 - ALINE TELLES BIASOTO MARQUES
Externo à Instituição - CLIVIA DANUBIA PINHO DA C. CASTRO
Presidente - 681.817.794-87 - MARIA AUXILIADORA COÊLHO DE LIMA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9