UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALYSSON CAETANO SOARES
03/12/2019 11:47


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALYSSON CAETANO SOARES
DATA: 10/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Departamento de Tecnologia de Alimentos
TÍTULO: INFLUÊNCIA DO HIDRORRESFRIAMENTO NA MANUTENÇÃO DA QUALIDADE DE MANGABAS (HANCORNIA SPECIOSA GOMES) DURANTE ARMAZENAMENTO
PALAVRAS-CHAVES: Hancornia Speciosa Gomes, etileno, resfriamento rápido, hidrorresfriamento.
PÁGINAS: 32
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Tecnologia de Alimentos
ESPECIALIDADE: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal
RESUMO:

A mangaba ( Hancornia Speciosa Gomes), pertencente à família das apocináceas, é uma fruta rica em ácido ascorbico e compostos fenólicos, além disso, apresenta altos níveis de potássio, ferro e zinco e caarotenóides contribuindo sinergicamente para a alta atividade antioxidante, porém é altamente perecível. A mangaba é uma fruta climatérica, com reduzida vida útil após a colheita, necessitando de alternativas que aumentem sua vida de prateleira. A aplicação de técnicas de resfriamento rápido, como o hidrorresfriamento, associado ao armazenamento sob refrigeração pode levar a manutenção da qualidade e aumento da vida útil de frutas e hortaliças. Assim, o objetivo do estudo é avaliar o efeito do hidrorresfriamento na manutenção da qualidade de mangabas durante o período de armazenamento refrigerado e sua influência sob a taxa metabólica de mangabas hidrorresfriadas. Os frutos serão selecionados e hidrorresfriados em água com solução sanitizante a base de cloro, serão secos, embalados e armazenados sob refrigeração. Serão separados em quatro tratamentos: hidrorresfriamento a 6ºC (HC 6), hidrorresfriamento a 8ºC (HC 8), hidrorresfriamento a 10ºC (HC 10) e resfriamento em expositor a 8ºC (EXP) como controle com 4 repetições de cada tratamento. Os frutos serão embalados em bandejas de isopor, envoltos por papel filme (PVC) e armazenados por 15 dias a temperatura de 8ºC ± 1. A cada três dias amostras serão retiradas para análises físicas e físico-químicas. Serão determinados os tempo de resfriamento das mangabas bem como a taxa adimensional de temperatura (TAT) em relação a e . Serão feitas análises aparência visual e a composição físico-química como, vitamina C, firmeza, perda de água, pH, cor, acidez total titulável, sólidos solúveis totais e RATIO. Será analisada a taxa de respiração mediante quantidade de CO2 e etileno produzido durante o período de armazenamento. O etileno produzido por cada fruto será quantificado por cromatografia gasosa. Assim. A partir dos resultados que serão obtidos, o presente estudo deve evidenciar a influencia do método de resfriamento (hidrorresfriamento) na manutenção da qualidade dos frutos de mangaba.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1548928 - PATRICIA BELTRAO LESSA CONSTANT
Interno - 3146747 - MARIA TEREZINHA SANTOS LEITE NETA
Externo ao Programa - 1460010 - MARCELO AUGUSTO GUTIERREZ CARNELOSSI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9