UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: IGOR JUHY DA COSTA PINTO NASCIMENTO
19/08/2019 10:52


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IGOR JUHY DA COSTA PINTO NASCIMENTO
DATA: 28/08/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: EFICÁCIA DE UM APLICATIVO MÓVEL NO MONITORAMENTO DE DOR, ANSIEDADE, MOTIVAÇÃO E SAÚDE PERIODONTAL EM PACIENTES SUBMETIDOS A TRATAMENTO ORTODÔNTICO
PALAVRAS-CHAVES: Ansiedade. Aplicativos Móveis. Higiene Bucal. Ortodontia Corretiva
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

A tecnologia móvel e seus aplicativos têm sido amplamente utilizados por cirurgiões-dentistas na gestão e planejamento, mas são pouco indicados para o monitoramento dos pacientes após intervenção odontológica. Dor e desconforto são praticamente inevitáveis durante a movimentação ortodôntica, o que pode acarretar altos níveis de ansiedade, desmotivação, perda de consultas e menor adesão ao tratamento. O estudo teve como objetivo avaliar a eficácia de um aplicativo móvel com multimídia educativa, direcionada para smartphones, sobre a percepção de dor, grau de ansiedade, motivação, e monitorização da saúde gengival em uma amostra de pacientes ortodônticos. Foi realizado um ensaio clínico de prevenção, randomizado-controlado, paralelo, duplo-cego, com dois braços, envolvendo 47 pacientes maiores de 18 anos, que iniciaram tratamento ortodôntico fixo em dois Cursos de Especialização em Ortodontia, com acesso a telefone celular do tipo smartphone, sem história de tratamento ortodôntico. Os participantes foram divididos aleatoriamente em 02 grupos (intervenção e controle), acompanhados por um período de 90 dias. Os participantes do grupo de intervenção receberam um aplicativo que incluía vídeo mídia educativo e instruções de higiene oral, além de orientações orais e escritas padronizadas de cuidados e higiene durante o tratamento ortodôntico. Já o grupo controle recebeu apenas orientações orais e escritas padronizadas de cuidados e higiene durante o tratamento ortodôntico. Avaliaram-se como desfechos humanísticos a dor, ansiedade e motivação antes da instalação do aparelho ortodôntico e 24h, 48h, 7 dias, 30 dias e 90 dias após a instalação do aparelho. Como desfechos clínicos foram avaliados os índices de placa bacteriana e de sangramento gengival, por um examinador cego aos grupos, antes da instalação do aparelho fixo, e após 30 dias e 90 dias. O presente estudo não mostrou efeitos do uso do aplicativo na percepção de dor, porém foram observadas uma redução significativa dos níveis de ansiedade entre aqueles com experiência de dor em tratamento odontológico prévio. Os pacientes do grupo de intervenção também apresentaram aumento da motivação ao longo do tratamento, especialmente entre aqueles mais jovens e com experiência prévia de dor. Houve redução do risco de acúmulo de placa no grupo intervenção, 30 dias após instalação do aparelho ortodôntico. Concluiu-se que o uso do aplicativo móvel educativo reduziu os níveis de ansiedade, aumentou a motivação e diminuiu o risco de acúmulo de placa em pacientes submetidos a tratamento ortodôntico, especialmente entre os mais jovens e com história pregressa de dor durante tratamento odontológico.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3126683 - LUCIANA DUARTE CALDAS
Presidente - 3545451 - PAULO RICARDO SAQUETE MARTINS FILHO
Externo à Instituição - SAVIL COSTA VAEZ

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5