UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: AMANDA SANTOS DE OLIVEIRA
15/08/2019 10:46


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AMANDA SANTOS DE OLIVEIRA
DATA: 27/08/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: LIDOCAÍNA NO ALÍVIO DA DOR DURANTE A SONDAGEM NASOGÁSTRICA:UMA REVISÃO SISTEMÁTICA COM METANÁLISE
PALAVRAS-CHAVES: Analgesia. Dor aguda. Dor Nociceptiva. Intubação Gastrointestinal. Lidocaína. Manejo da dor. Mensuração da dor.
PÁGINAS: 56
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Estudos sobre a eficácia da lidocaína no alívio da dor durante a inserção das sondas nasogástricas são escassos. Sendo assim, o objetivo desse estudo foi investigar essa eficácia através de uma revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados (ECRs) e analisar qual a melhor forma e concentração de lidocaína pode ser utilizada no alívio da dor relacionada à sondagem nasogástrica. Uma busca sistemática foi realizada no mês de novembro de 2017 nas seguintes bases de dados: Pubmed, Scopus, Bireme, Cinahl e Cochrane Library. Os critérios de elegibilidade foram: (1) população: pacientes adultos submetidos à sondagem nasogástrica; (2) intervenção e controles: lidocaína geleia, spray/atomizada, aerossol/nebulizada; (3) comparação: placebo ou controle sem lidocaína e (4) desfecho: alívio da dor. Os dados foram extraídos e avaliada a qualidade do estudo de acordo com as diretrizes da Cochrane para revisões sistemáticas. Os artigos identificados seguiram para triagem segundo os critérios de elegibilidade e retornaram 101 registros, dos quais apenas 4 foram considerados apropriados e utilizados na análise deste estudo. Para o andamento desses estudos, 192 pessoas foram incluídas, das quais 30 eram saudáveis e 162 apresentavam distúrbios gastrointestinais. Os dados revelaram heterogeneidade entre os estudos quanto à forma de apresentação e administração da lidocaína, bem como quanto aos grupos de comparação. A dor foi avaliada por meio da Escala Visual Analógica (EVA, em milímetros) em todos os estudos. As médias de dor foram avaliadas em cada estudo, sendo que a lidocaína atomizada revelou significância 37.4 vs 64.5 do grupo controle; lidocaína spray 23.6 ± 16.6 vs 43.1 ± 31.4; lidocaína gel 33 ± 29 vs 48 ± 27; no que diz respeito ao estudo que avaliou lidocaína gel e lidocaína atomizada, os resultados de média de dor apresentados foram 19.3 ± 24.9, 23.9 ± 26.4, 30.5 ± 29.6, do grupo controle, respectivamente. Esta revisão demonstra que a lidocaína é uma importante aliada no alívio da dor relacionada à sondagem nasogástrica e que a lidocaína spray foi considerada a melhor forma e concentração para o manejo da dor procedimental, no entanto é necessário mais ensaios clínicos randomizados sobre o tema.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1835547 - ANA SILVIA MOCCELLIN
Presidente - 2356666 - MARIA DO CARMO DE OLIVEIRA RIBEIRO
Externo ao Programa - 426676 - MARIA PONTES DE AGUIAR CAMPOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5