UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALINE CARLA ARAÚJO CARVALHO
14/08/2019 08:26


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE CARLA ARAÚJO CARVALHO
DATA: 05/09/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala Rute do Hospital Universitário
TÍTULO: FATORES ASSOCIADOS A DEFICIÊNCIA FUNCIONAL E SÍNDROME DA FRAGILIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS
PALAVRAS-CHAVES: Atividades cotidianas. Reabilitação. Idoso. Serviços de Saúde para Idosos. Saúde do Idoso. Idoso Fragilizado.
PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

O envelhecimento é um processo caracterizado por mudanças biopsicossociais que ocasionam comprometimento da funcionalidade para a realização de atividades da vida diária, principalmente em virtude do desenvolvimento de doenças crônicas, as quais promovem, muitas vezes, síndromes geriátricas, como a síndrome da fragilidade. Desta forma, esta tese teve como objetivo identificar os fatores associados à deficiência funcional e presença do fenótipo de fragilidade em idosos institucionalizados na cidade de Maceió-Alagoas. Para tanto, se apresenta como um estudo transversal do qual participaram 351 idosos. Durante sua execução foi aplicada uma entrevista face a face e os idosos responderam questões estruturadas sobre suas características sociodemográficos, estado clínico e hábitos de vida ao longo do ciclo vital, assim como responderam ao índice de atividades de vida diária de Katz e participaram do exame clínico-funcional para avaliação dos critérios do fenótipo de fragilidade. A avaliação das variáveis categóricas foi realizada através do teste Qui-quadrado. Como as variáveis apresentaram uma distribuição assimétrica, a avaliação das variáveis numéricas entre os dois grupos foi realizada através do teste de Mann Whitney. Também foi calculada a razão de prevalência entre as variáveis estudadas. Foi considerado como significante um p < 0,05. As variáveis que apesentaram nível de significância menor que 0.05 foram selecionadas como variáveis independentes para o modelo de regressão logística. As variáveis dependentes analisadas foram: presença ou ausência de dependência funcional e presença ou ausência de fenótipo de fragilidade. Este estudo mostrou que há prevalência de idosos institucionalizados apresentando incapacidade funcional severa para as atividades básicas da vida diária, assim como são frágeis, e que entre os critérios do fenótipo de Fried são mais prevalentes a perda de peso não intencional, a dependência para a caminhada e com alto risco de quedas, assim como o sedentarismo. As análises inferenciais mostraram associação entre características sociodemográficas, clínicas e de hábitos de vida ao longo do ciclo vital com a presença de dependência funcional para as atividades básicas da vida diária, como também associação entre características sociodemográficas e clínicas com a presença do fenótipo de fragilidade. A alta prevalência de idosos com incapacidade severa para as atividades básicas da vida diária e frágeis, cujas características sociodemográficas, clínicas e de hábitos de vida ao longo do ciclo vital se associam com a presença de dependência funcional para as atividades básicas da vida diária e presença do fenótipo de fragilidade, enfatizam a importância do desenvolvimento e implantação de políticas de saúde do idoso institucionalizado mais abrangente do ponto de visto biopsicossocial a fim de garantir melhor assistência e estado de saúde aos mesmos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1347234 - KARINA CONCEICAO GOMES MACHADO DE ARAUJO
Externo à Instituição - Maria do Desterro da Costa e Silva
Externo à Instituição - VÍCTOR SANTANA SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5