UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDA GOMES DE MAGALHÃES SOARES PINHEIRO
13/08/2019 10:46


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA GOMES DE MAGALHÃES SOARES PINHEIRO
DATA: 02/09/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Mini Auditório do CCBS/UFS
TÍTULO: PREVALÊNCIA E FATORES DE RISCO PARA DELIRIUM EM PACIENTES INTERNADOS NAS UNIDADES DE TERAPIAS INTENSIVAS
PALAVRAS-CHAVES: Delirium. Farmacovigilância. Monitoramento de Drogas Terapêuticas. Segurança do Paciente.Unidades de Terapia Intensiva
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) são vulneráveis a danospsicológicos decorrentes do isolamento e do processo de internação, dentre esses, odelirium que consiste na alteração do estado mental caracterizada por distúrbiostemporais e cognitivos que se desenvolvem de forma rápida em curto período de tempo.Para prática clínica, é imprescindível conhecer os fatores de riscos associados aodelirium, bem como suas taxas de prevalência como estratégia para planejar aassistência estes pacientes. Objetivo: identificar a prevalência e fatores de risco paradelirium nos pacientes internados em UTI. Método: Revisão sistemática e estudotransversal, realizado em duas UTI´s de um hospital público localizado no município deAracaju, SE, Brasil no período de agosto de 2017 a outubro de 2018. Os critérios deinclusão seguiram: idade ≥ 18 anos; com ou sem uso de sedação, com RASS ≥ -3.Foram excluídos pacientes com afasia, sem conteúdo de consciência / não contactante,trauma severo/grave com Escala de Coma de Glasgow (ECG) ≤ 8, demência, morteencefálica e sob custódia. A coleta foi realizada pela pesquisadora e por acadêmicos deenfermagem e medicina previamente treinados por meio de busca ativa diária com opreenchimento de formulário para caracterização sociodemográfica e clínica.O primeirocritério do CAM-ICU avaliou a presença de alterações agudas ou flutuação do estadomental nas últimas 24 horas por meio da oscilação do nível de consciência peloRichmond Agitation-Sedation Scale (RASS) ou da Escala de Coma de Glasgow. Aanálise estatística foi realizada no programa Statistical Package for the Social Sciences(SPSS 15.0).A associação entre o delirium e uso de medicamentos, doençasneurológicas, uso de medicamentos, idade e contenção física foi verificada por meio doteste do qui-quadrado (x2) ou exato de Fisher. O estudo respeitouas exigências formaisda resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde e foiaprovado pelo comitê de ética e pesquisa da instituição com parecer 2.051.128 e CAAE65895817.6.0000.5546. Resultados: Foram incluídos 316 pacientes com média deidade de 46,9 anos com predomínio de pacientes do sexo masculino (66,5%). Aprevalência de delirium foi 45,9%, as principais variáveis ligadas a ocorrência forammédia de idade (49,8 anos, 0,003), motivo de internação neurocirúrgica (45, ˂0,001),utilização de contenção física (117, ˂0,001) , alimentação por sonda (122, ˂0,001) , usode ventilação mecânica (72, ˂0,001), alteração na escala de ECG (78, 0,041), uso defentanil (36, 0,005), noradrenalina (13, 0016); tridil (2, 0,042) e anticonvulsivante (51,0,002) . A análise perceptual por correspondência múltipla mostrou que a ocorrência dedelirium está em primeiro nível, fortemente associada com alimentação por sonda,contenção física e lesão por pressão e, em segundo nível por uso de anticonvulsivante,ventilação mecânica e alteração na escala de RASS. Conclusão: foi possível identificara prevalência de delirium e os principais fatores de risco a ele associados de formaestabelecer o perfil dessas unidades. O monitoramento de delirium é fácil de serrealizado e deve ser incluído na rotina do serviço com vistas a manter e garantirestratégias de segurança do paciente melhorar resultados e prevenir possíveis eventosadversos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2865478 - ANDRÉIA CENTENARO VAEZ
Externo ao Programa - 2394615 - EDUESLEY SANTANA SANTOS
Interno - 3545451 - PAULO RICARDO SAQUETE MARTINS FILHO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5