UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: CARLA FRANCISCA DOS SANTOS CRUZ
12/08/2019 09:50


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLA FRANCISCA DOS SANTOS CRUZ
DATA: 03/09/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Farmácia na UFS
TÍTULO: ENSINO E AVALIAÇÃO DE COMPETÊNCIAS CLÍNICAS EM FARMÁCIA: REALIDADE E DESAFIOS.
PALAVRAS-CHAVES: Competências clínicas, Ensino, Avaliação, Farmácia
PÁGINAS: 111
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Introdução. A profissão farmacêutica vivencia uma série de transformações, influenciadas pela crescente morbimortalidade relativa às doenças e à farmacoterapia, que exige um perfil de farmacêutico que atue integrado a equipe de saúde e se cooresponsabilize pelas necessidades e resultados em saúde da população. Consequentemente, mudanças na formação são necessárias para prover as competências clínicas essenciais para o exercício profissional centrado na pessoa. Método. Esta tese foi realizada em duas etapas. A primeira compreendeu um estudo qualitativo, transversal, exploratório baseado em discussão de grupos focais entre setembro e novembro de 2017. Nesta etapa buscou-se identificar as percepções de estudantes, professores e profissionais farmacêuticos relacionadas ao ensino e avaliação de competências clínicas para o exercício da profissão farmacêutica. A segunda etapa compreendeu uma revisão sistemática de ensaios clínicos nas bases de dados Scopus, Lilacs, Eric e PubMed publicados até 10 de julho de 2018. Nesta etapa buscou-se analisar a efetividade dos métodos de ensino e de avaliação utilizadas para o desenvolvimento de competências clínicas Resultados. Na primeira etapa os participantes foram divididos em quatro grupos de seis a sete pessoas e as discussões geradas mostram a necessidade de mudanças acerca do aumento de experiências práticas, integração de conteúdos no decorrer do curso e métodos de ensino e avaliação contextualizados com a prática clínica do farmacêutico, considerando os diferentes tipos de aprendizagem dos estudantes. Na segunda etapa foram identificados 3.094 artigos e, deste, 13 artigos compuseram a amostra final. Nestes estudos as metodologias de ensino utilizadas foram: (i) softwares em formato interativo baseados na web; (ii) simulação com manequim de alta fidelidade e/ou pacientes padronizados associados a outras técnicas de ensino/avaliação (palestras didáticas, discussão de casos clínicos, grupo de trabalho, role playing e feedback). As metodologias de simulação foram superiores aos métodos convencionais em três estudos. Os demais estudos, mesmo não apresentando diferença estatisticamente significativa entre os métodos, relataram que as intervenções eram tão eficazes quanto o controle e tinha uma tendência a serem superiores. Quanto aos estudos que focaram nos métodos de avaliação, verificou-se que o feedback imediato foi preferido pelos estudantes em relação ao feedback tardio como método de avaliação. E o instrumento de avaliação testado, General Level Framework propõe uma avaliação pragmática a partir da qual as necessidades de treinamento do indivíduo podem ser identificadas. Conclusão. Há necessidade de revisão do modelo atual curricular do curso de Farmácia e das relações interpessoais para o melhor aproveitamento dos métodos empregados. Um “mix” de diferentes métodos de ensino e avaliação podem ser mais efetivos que métodos isolados. No entanto, novas pesquisas são necessárias para comprovar a efetividade dos diferentes métodos analisados. Assim, este estudo poderá nortear futuras mudanças na formação acadêmica de farmacêuticos e pesquisas sobre competências clínicas nos cursos de Farmácia.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Externo ao Programa - 1043014 - ELISDETE MARIA SANTOS DE JESUS
Externo ao Programa - 2928605 - GISELLE DE CARVALHO BRITO
Externo à Instituição - LYVIA DE JESUS SANTOS
Externo à Instituição - Paulo Sérgio Dourado Arrais

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307