UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAELLA DE OLIVEIRA SANTOS SILVA
05/08/2019 15:13


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAFAELLA DE OLIVEIRA SANTOS SILVA
DATA: 29/08/2019
HORA: 13:00
LOCAL: Laboratório de Informática do PPGCF/DFA
TÍTULO: USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS NA FORMAÇÃO PARA O CUIDADO FARMACÊUTICO: REVISÕES SISTEMÁTICAS E VALIDAÇÃO DE UMA FERRAMENTA
PALAVRAS-CHAVES: Educação farmacêutica; estudantes de Farmácia; farmacêuticos; qualificação profissional; metodologia de ensino-aprendizagem ativa; simulação; jogos sérios; jogos digitais; software; paciente virtual.
PÁGINAS: 212
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Em um cenário em que há mudança no panorama mundial da educação e da prática farmacêutica, tecnologias digitais, como jogos sérios digitais e softwares de Pacientes Virtuais (PVs), vendo sendo usados como estratégia para o treinamento e desenvolvimento de competências. No entanto, não há estudos de alta evidência científica (revisões sistemáticas) que comprovem a efetividade destas ferramentas na educação farmacêutica. Assim, este estudo tem como objetivo avaliar o efeito de jogos sérios digitais e softwares de PVs na formação para o cuidado farmacêutico, bem como validar, aprimorar e avaliar o efeito de um software de PV. Na primeira etapa, foi realizada uma revisão sistemática sobre o uso de jogos sérios digitais no desenvolvimento de competências para a prática do cuidado farmacêutico. Na segunda etapa, está sendo realizada uma revisão sistemática sobre o uso de softwares de PVs na prática do cuidado farmacêutico. Ambas as pesquisas foram feitas nas bases de dados Cochrane, ERIC, Embase, IPA, LILACS, Pubmed, Scopus e Web of Science. A terceira etapa compreende um estudo de desenvolvimento metodológico composto por estudo piloto, estudo de validação estudo antes e depois sem grupo controle. O estudo piloto foi realizado com farmacêuticos de quatro estados brasileiros a fim de avaliar a qualidade do software Virtual MTM de acordo com métricas externas e de qualidade em uso. No estudo de validação, mentores e desenvolvedores do sistema aprimorarão o software Virtual MTM e avaliarão sua qualidade quanto a métricas internas e externas, antes e após as alterações. O estudo antes e depois, por sua vez, será realizado com farmacêuticos de quatro estados brasileiros para avaliar a qualidade da nova versão do software Virtual Patient MTM bem como seu efeito no desenvolvimento de competências para a prática do cuidado. A revisão sistemática sobre jogos sérios digitais na educação farmacêutica identificou 1.521 estudos, dos quais sete foram incluídos. De forma geral, não houve melhora nas competências nestes estudos e a qualidade metodológica estava abaixo do ideal. A revisão sistemática sobre softwares de PVs na educação farmacêutica identificou 1.031 estudos, dos quais 29 foram incluídos. Quanto ao estudo piloto, participaram 19 farmacêuticos que tinham no mínimo dois anos de experiência de cuidado ao paciente. A média geral de avaliação da qualidade do software foi de 4,21 (±0,92) (escore de 1-5). Todos os farmacêuticos recomendaram sua utilização em outras capacitações. A revisão sistemática sobre jogos sérios digitais na educação farmacêutica mostrou que a evidência é limitada e pouco robusta e que não há indicios sobre sua efetividade. A busca nas bases de dados para estudos sobre softwares de PV na educação farmacêutica permitiu visualizar que houve aumento no número de estudos desde 2009. O estudo piloto monstrou avaliação de qualidade satisfatória e boa aceitabilidade dos farmacêuticos sobre o software Virtual Patient MTM. Espera-se que o este estudo sirva de subsídio para novas pesquisas sobre desenvolvimento de jogos sérios digitais e softwares de PVs bem como sobre treinamento e desenvolvimento de competências usando estas ferramentas como estratégias de ensino na educação farmacêutica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2865417 - ALESSANDRA REZENDE MESQUITA
Interno - 949.166.594-49 - ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
Externo à Instituição - DANIEL TENÓRIO DA SILVA
Presidente - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Externo ao Programa - 1166238 - IZADORA MENEZES DA CUNHA BARROS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307