UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: MARCELO RANGEL LIMA
30/07/2019 07:26


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCELO RANGEL LIMA
DATA: 30/08/2019
HORA: 15:00
LOCAL: OBSCOM
TÍTULO: O engenho criativo da Mussuca: desenvolvimento e cultura no campo negro de Laranjeiras, Sergipe
PALAVRAS-CHAVES: Desenvolvimento; Cultura; Criatividade; Mussuca; Laranjeiras
PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
RESUMO:

Na perspectiva do método histórico-estrutural, o trabalho problematiza relações entre desenvolvimento e expressões culturais na cidade de Laranjeiras, com destaque para a comunidade da Mussuca, notabilizada pela singularidade de seus ritos e celebrações, cujas referências e matrizes africanas se destacam na diversidade cultural de Sergipe. Com base no processo histórico que modelou o desenvolvimento local, marcado pela economia açucareira e a exploração do trabalho escravo, identificamos como rebeliões e estratégias de resistência cultural moldadas por anseios de liberdade e laços de solidariedade estabeleceram espaços de atuação na sociedade escravocrata, consolidando práticas simbólicas que acabam por se destacar frente às matrizes brancas e europeias. A historicidade da ocupação territorial na confluência dos rios Sergipe e Cotinguiba pela população descendente de mulheres e homens escravizados evidencia a formação de uma comunidade remanescente de quilombos, mas é através de celebrações tradicionais que a Mussuca consolida uma identidade cultural própria. A inserção de suas manifestações culturais comunitárias em eventos e celebrações oficiais provoca o rompimento do isolamento dos negros da periferia da cidade e propicia sua participação em círculos artísticos, sociais e políticos. Com base no pensamento de Celso Furtado e nas proposições de organizações intergovernamentais e à luz de dados apontados em pesquisas históricas e reflexões de viés antropológico, apresentamos linhas de argumentação sobre tais processos e sobre agentes locais de transformação, destacando suas capacidades criativas como indutoras de visibilidade e integração social.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2212799 - VERLANE ARAGAO SANTOS
Interno - 038.128.214-78 - CARLOS PERES DE FIGUEIREDO SOBRINHO
Externo à Instituição - LIA CALABRE DE AZEVEDO FELIX

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307