UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RODRIGO NOGUEIRA ALBERT LOUREIRO
25/07/2019 10:02


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODRIGO NOGUEIRA ALBERT LOUREIRO
DATA: 30/07/2019
HORA: 09:00
LOCAL: SALA MULTIUSO PPGPI
TÍTULO: A GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NOS INSTITUTOS FEDERAIS: ESTRATÉGIAS PARA A SALVAGUARDA DA PROPRIEDADE INTELECTUAL
PALAVRAS-CHAVES: Segurança da Informação; Institutos Federais; Núcleo de Inovação Tecnológica; Propriedade Intelectual.
PÁGINAS: 170
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) promoveu uma grande mudança na educação profissional do país. No tocante ao fomento do conhecimento científico, a lei que cria os IFs em seu Art. 6º, preconiza que essas instituições tenham entre as suas premissas o estimulo a pesquisa aplicada, a produção cultural, ao empreendedorismo, ao cooperativismo e ao desenvolvimento científico e tecnológico. Na última década, os IFs têm se consolidado como instituições promotoras de conhecimento científico relevante no meio acadêmico. Paralelamente, houve um aumento na proteção deste conhecimento por meio da Propriedade Intelectual (PI), geridas pelo Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) institucional. Nesse aspecto, é preciso ponderar o valor da informação e o nível de responsabilidade na gestão do conhecimento realizada pelos agentes destes Núcleos. Ademais, considera-se também o papel estratégico associado às diversas proteções conferidas pela PI, compreendendo os riscos e a vulnerabilidade pelas quais estas proteções estão suscetíveis a ataques cibernéticos, haja visto que, no ano de 2017 foram realizadas 28.147 (vinte e oito mil e cento e quarenta e sete) notificações de incidentes de segurança da informação por parte dos diferentes órgãos da esfera Federal. Não obstante ao aumento da promoção do conhecimento científico, há uma série de dificuldades enfrentadas pelos NITs e departamentos de tecnologia da informação que permeiam desde infraestrutura tecnológica obsoleta e vulnerável á alta rotatividade de servidores. Diante desse cenário, o presente trabalho busca compreender como ocorre a gestão da segurança da informação na perspectiva da PI, realizada pelos NITs dos IFs situados na região Nordeste, com fito a propor mecanismos para efetivar a proteção ao conhecimento desses ativos intelectuais. Para atendimento ao objetivo proposto pretende-se: mapear as principais ações realizadas pelos NITs no âmbito dos IFs; analisar as políticas de inovação e de segurança da informação no que se refere à salvaguarda das informações da PI; verificar junto aos gestores dos NITs as práticas realizadas para garantir a proteção do conhecimento associadas à PI; elaborar metodologia de mensuração de vulnerabilidade das estruturas e práticas dos NITs na gestão da PI no tocante a segurança da informação; e propor a criação de mecanismos que possam auxiliar os atores dos NITs na gestão da segurança da informação da PI. Como resultado preliminar desta pesquisa, destaca-se a ausência de mecanismos que normatizem ações específicas sobre a segurança da informação aplicadas a gestão da PI nos documentos institucionais, bem como a inexistência de atividades de ambos, Departamento de TI e NIT, que convirjam na proteção dos ativos intelectuais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Interno - 1835499 - JOAO ANTONIO BELMINO DOS SANTOS
Interno - 1637307 - ROBELIUS DE BORTOLI
Externo à Instituição - WAMBERTO RAIMUNDO DA SILVA JÚNIOR
Externo à Instituição - MÁRCIO VILAR FRANÇA LIMA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2