UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: KAREN PEREZ PEREIRA RAMOS
22/07/2019 13:46


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KAREN PEREZ PEREIRA RAMOS
DATA: 29/07/2019
HORA: 14:00
LOCAL: MINI AUDITÓRIO CCBS-CAMPUS SÃO CRISTÓVÃO-UFS
TÍTULO: “EFEITO DE NANOPARTÍCULAS DE HESPERETINA NO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO DE QUEIMADURA DE CÓRNEA”
PALAVRAS-CHAVES: Descritores: Queimadura de córnea. Produtos Naturais. Cicatrização.
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

A córnea é um tecido avascular e transparente que reveste todo o globo ocular. Por ser a camada mais externa do olho a córnea se torna o tecido mais susceptível a agravos. As lesões na córnea podem variar desde um comprometimento mais simples, como opacidade visual, até casos mais graves como a cegueira. Atualmente existem diversos tipos de tratamento para lesões oculares mais graves que visam restaurar a função da córnea. No âmbito de novas e eficientes perspectivas terapêuticas, os produtos naturais vêm ganhando espaço em diversas áreas da medicina. Dentre esses produtos, a hesperetina, 5,7,3′-tri-hidroxi-4'-metoxiflavanona, conhecido por ser uma substância com potencial ação antioxidante e anti-inflamatória. Nessa perspectiva, pesquisas foram iniciadas no Laboratório de Ensaios farmacêuticos e de Toxicidade (LeFT) da Universidade Federal de Sergipe (UFS) com o objetivo de desenvolver e caracterizar físico-quimicamente uma formulação contendo nanopartículas de hesperetina. O presente estudo busca, então, avaliar o efeito dessa formulação, contendo hesperetina na forma de nanopartículas, no processo cicatricial de queimadura de córnea em modelo animal. Foi realizado por meio do ensaio do MCA a análise da atividade biológica da hesperetina. Após ensaio da MCA foi realizado avaliação do efeito da formulação contendo hesperetina, sobre a neovascularização através do software ImageJ® versão 1.49p. Coelhas brancas New Zeland, com idade média de 3 meses e aproximadamente 2 kg, foram mantidos no biotério da Universidade Federal de Minas Gerais (local da realização do estudo) e utilizados no experimento de acordo com as normas éticas estabelecidas pelo CEUA – Comissão de Ética no uso de animais para experimentação. Os grupos do estudo foram: grupo com lesão química tratado com formulação contendo nanopartículas de hesperetina e grupo com lesão química tratado com formulação sem nanopartículas de hesperetina. Os tratamentos com as formulações com nanopartículas de hesperetina e sem nanoparticulas de hesperetina, foi iniciado imediatamente após a indução da lesão e foram repetidos a cada 24 horas durante 72 horas. A fim de demarcar a área lesada, 1 (uma) gota de colírio fluoresceína (Fluoresceína Sódica 1,0%, Allergan®, EUA) foi instilada no olho a ser avaliado. Com a finalidade de identificar células mortas na córnea, 1 (uma) gota de colírio Rosa Bengala (1,0%, Pharmedice) foi instilada no olho a ser avaliado dos 6 animais. Amostras de córnea foram obtidas e fixadas em solução de Dawidson. A avaliação histológica foi realizada através do uso de microscópio óptico (Zeiss®, modelo Axio Imager M2). A análise quantitativa da expressão gênica de TGF-β e VEGF foi realizada através do rtPCR. Pôde-se evidenciar que a formulação contendo nanopartículas encapsuladas de hesperetina é biocompatível através do ensaio da MCA. Além disso observou-se que esta formulação foi capaz de diminuir extensão de área desepitelizada de córnea de coelhas previamente lesionadas com queimadura química alcalina, assim também como foi eficaz na diminuição de células danificadas da córnea, tudo isso demonstrado através do marcador fluoresceína e rosa bengala, respectivamente. Todos esses fatores, somados ainda a uma melhora evidente vista nas seccões de histologia pela microscopia, mostram a eficácia de nanopartículas encapsuladas de hesperetina no processo de cicatrização de queimadura química alcalina da córnea de coelhas, o que torna este produto promissor no tratamento desta lesão.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1334092 - FRANCILENE AMARAL DA SILVA
Externo à Instituição - GABRIELA DAS GRAÇAS GOMES TRINDADE
Externo à Instituição - PAULA DOS PASSOS MENEZES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5