UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDA ANDRADE SILVA
10/07/2019 10:31


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA ANDRADE SILVA
DATA: 23/07/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO: OS SONS TINGUI BOTÓ: AUDIOBOOK VISUAL PARA O ENSINO DE HISTÓRIA INDÍGENA EM ALAGOAS
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de História; História Indígena; Interdisciplinaridade
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

O presente trabalho trata do uso das mídias, em especial audiovisual, como suporte didático e metodológico para o ensino de história indígena. Os PCN’s (1998) e a LDB (1996) preconizam que o ensino de história deve permitir ao aluno ampliar seu conhecimento a partir das diferentes linguagens e recursos tecnológicos, com o objetivo de correlacionar a sua realidade e se situar no tempo e espaço, podendo produzir, expressar e desenvolver suas ideias, permitindo a autonomia de aprendizagem do aluno. A criação da Lei 11.645/2008 preconiza a inclusão do estudo e ensino da história e cultura indígena na Educação Básica. Porém, só a Lei não é capaz de conferir a visibilidade que os povos indígenas têm direito, bem como a construção de conceitos como tolerância, respeito e alteridade, tão discutidos atualmente dentro e fora das salas de aula. Logo, refletindo sobre a importância do Ensino de História indígena, surge então o problema inicial cuja pesquisa busca responder: Como ensinar uma História Indígena de maneira crítica, derrubando estereótipos e conferindo visibilidade a verdadeira identidade desses povos, a partir das canções Tingui-Botó? Foram utilizadas como metodologia as bibliografias sobre Ensino de História e Ensino de História Indígena, bem como leituras que dizem respeito às diferentes linguagens no processo de ensino de História e as TICs. Juntamente ao aporte teórico, foi desenvolvido um estudo de caso etnográfico, tendo por base os princípios da pesquisa em educação, uma vez que o foco é uma comunidade indígena no estado de Alagoas e, do mesmo modo, procedimentos e cadastro e autorização (Resolução n° 510/16, Plataforma Brasil, SisGen, Funai e CNPQ). Por fim, o uso da música, em especial as canções indígenas, permite que os alunos consigam compreender a cultura e história dos povos nativos brasileiros, da mesma forma possibilite a noção de reconhecimento como sujeitos históricos através da construção de posicionamentos críticos, ou seja, que apresentem consciência histórica, leitura de mundo e o respeito pela diversidade cultural brasileira.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2707438 - ANDREZA SANTOS CRUZ MAYNARD
Externo ao Programa - 1290641 - GLAUCIO JOSE COURI MACHADO
Presidente - 1687926 - JANAINA CARDOSO DE MELLO
Interno - 2872833 - LUCAS MIRANDA PINHEIRO
Interno - 1698052 - MARIZETE LUCINI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e